Pular para o conteúdo principal

Destaques

Para Toda a Eternidade: Livro explora rituais funerários diversos

Entre a naturalidade e o espanto, o tradicional e o moderno, o ocidental e o oriental, Caitlin Doughty transmite ao leitor histórias de suas visitas a espaços e profissionais envolvidos com o universo mortuário. Uma das obras pedidas por quem já tinha lido Confissões do Crematório, o novo livro foi publicado no Brasil pela editora DarkSide Books, em junho de 2019, com tradução de Regiane Winarski e ilustrações de Landis Blair.


Compre o livro Para Toda a Eternidade (Caitlin Doughty): https://amzn.to/2R2FwqN

“Eu passei a acreditar que os méritos de um costume relacionados à morte não são baseados em matemática [...] mas em emoções, numa crença na nobreza única da própria cultura da pessoa. Isso quer dizer que consideramos os rituais de morte selvagens apenas quando eles não são como os nossos” – Caitlin Doughty, Para Toda a Eternidade
Dá para ler tranquilamente Para Toda a Eternidade sem ter lido Confissões do Crematório, mas acredito que as duas leituras são complementares. Enquanto na p…

Jornalismo grátis na internet foi erro fatal, segundo jornalista

A revista portuguesa Visão publicou no dia 31 de outubro de 2012 uma entrevista com o jornalista e docente, Walter Dean, na qual ele alega que o jornalismo grátis na internet foi um erro fatal.

Jornalista do veículo, Emília Caetano entrevistou Walter Dean, jornalista que fez parte do grupo preocupado com o rumo dos meios de comunicação e criador do Comittee of Concerned Journalists e professor do Project for Excellence in Journalism.

Na entrevista, Walter Dean abordou a importância do jornalista buscar informações para o público que o permita tomar decisões do cotidiano (mitos sobre a audiência) e as dificuldades de se prender o público por conta das inúmeras possibilidades de escolhas; a crise dos meios de comunicação e a questão do modelo de negócio; a segmentação das informações; o jornalismo do futuro, entre outros assuntos.

Confira a entrevista no link a seguir: http://visao.sapo.pt/o-jornalismo-gratis-na-internet-foi-um-erro-fatal=f694113

Comentários

Mais lidas da semana