Pular para o conteúdo principal

Destaques

Escrita Maldita: Livro indicado no Instagram literário Leitores Peculiares

Nesta sexta-feira, 18 de janeiro de 2019, saiu a primeira resenha de Escrita Maldita publicada neste ano. A indicação do livro foi feita pela Mari Vieira, no Instagram literário leitorespeculiares. Fiquei bem feliz com o feedback. Sou grato por cada leitura e cada pessoa que acaba recomendando minha obra para outros leitores. Como escritor independente, esse apoio faz muita diferença. Obrigado, Mari!


*Texto republicado com a autorização da Mari Vieira (Leitores Peculiares). Instagram: https://www.instagram.com/leitorespeculiares/

Esse livro me tirou completamente o sono, não por medo e sim pela ansiedade de terminar logo, misericórdia como fiquei ansiosa...😅 Em Escrita Maldita apesar desse título macabro não é um terror com sangue e bode sacrificado kkkk, é um romance gótico com thriller psicológico... 🗯

Daniel é um escritor que recentemente se tornou best seller, é casado com Marissa e vivem uma vida pacata e feliz, ele tem uma esposa compreensiva que entende que a vida de um escrit…

Crônica: Jornalismo ou Literatura?

Escrito por Yolanda Maria Muniz Tuzino, da Universidade Estadual de Ponta Grossa, o artigo ‘Crônica: uma intersecção entre o Jornalismo e Literatura traz pesquisas sobre as origens e justificativas entre estas duas áreas que se cruzam, formando um gênero textual híbrido.

Yolanda Tuzino aborda informações interessantes como a de que a crônica no Brasil se diferencia da produzida em outros países, levando a conclusão de que ela pode ser considerada um gênero genuinamente brasileiro.

Segundo a pesquisa realizada pela autora do artigo e as fontes apresentadas, a crônica brasileira tem características como sua forte relação com o jornal impresso. Mais do que um simples relato cronológico, no país este texto tem um caráter literário.

Dentro do jornalismo, a crônica possibilita ao jornalista um texto mais livre, subjetivo, analítico, possibilitando ao leitor uma reflexão sobre o assunto abordado, lazer, quebrando a barreira da imparcialidade.

No artigo é apresentado o conceito de crônica, seu surgimento e evolução histórica no Brasil, diferentes classificações da crônica, tanto para estudiosos do jornalismo, quanto para os da literatura e a natureza híbrida deste gênero.

Confira o artigo na íntegra: http://www.bocc.ubi.pt/pag/tuzino-yolanda-uma-interseccao.pdf

Comentários

  1. achei bacana, e ficou muito bem explicado por que as crônicas são brasileiras.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana