Pular para o conteúdo principal

Destaques

Mindhunter Profile 2: Especialista em serial killers compartilha experiências após aposentadoria do FBI

Após se aposentar do FBI , o ex-agente especialista em assassinos continuou sendo convidado para colaborar em alguns casos que exigiam entender melhor o perfil psicológico dos criminosos. No livro Mindhunter Profile 2 , dos autores Robert K. Ressler e Tom Snachtman , é possível conhecer um pouco mais da história de vida desta figura que deixou uma boa contribuição para a criminologia e compreensão sobre as mentes de serial killers. A obra foi publicada pela editora DarkSide Books , em 2021, com tradução de Alexandre Boide. Compre o livro Mindhunter Profile 2:  https://amzn.to/39qJjId Entre os casos explorados no livro há um que desperta o interesse por envolver algo não tão desconhecido, como o uso de transtornos mentais para diminuir as penas. Ressler percebeu um fenômeno de ex-soldados que usavam o Transtorno do Estresse Pós-Traumático como uma justificativa quando cometiam crimes e notou que muitas vezes, os históricos dos assassinos não eram checados e muitos inventavam histórias

White Hat e Black Hat - SEO

Você sabe o que é White Hat e Black Hat? Na aula 8 do Curso de SEO, da #OpenSEO, ministrada por Diego Ivo, da Agencia Conversion, ele explica quais são as principais técnicas utilizadas para atrair usuários para os sites e conseguir melhor posição no Google, distinguindo quais podem ser usadas e quais podem gerar punição.

Segundo Diego Ivo, White Hat é quem segue todas as diretrizes do Google, já o Black Hat é quem tenta manipular os algoritmos do buscador. Ou seja, o ministrante do curso de SEO ensina que é preciso tomar cuidado, pois o usuário pode estar fazendo estratégicas, sem saber suas consequências e ser punido.

Para entender o que é White Hat, Diego Ivo recomenda que os usuários tenham conhecimento das Diretrizes de Qualidade do Google. Fazer algo para melhorar a posição e interação com os visitantes, para isto é preciso entender o usuário. "Fazem bem intencionado o que é melhor para o usuário", Diego Ivo define o White Hat.

Entre os conteúdos da aula estão:

SEO White Hat: Diretrizes de Qualidade; Intenção; Entender Usuário; Produção de Conteúdo; Fazer o melhor site; Ser inovador.

SEO Black Hat: Texto Escondido; Link Escondido; Keyword Stuffing; Doorway Pages; Cloaking; Cópia de Conteúdo; Plágio Parcial; Textos Gerados; Link Farms; Troca de Links; Links Recíprocos; Compra de Links sem nofollow; Publieditoriais sem nofollow; Links com Redirect 301; Submissão Automática; SPAM em Fórum; SPAM em Posts; Link-bait SPAM; Infográfico SPAM; Robot CTR; Perfis falsos.

Confira a aula 8 do Curso de SEO - SEO White Hat vs Black Hat


Veja também:

Curso de SEO - Cauda Longa e Pesquisa de Palavras-chave

Curso online gratuito de SEO

Link Building - Curso de SEO

Comentários

  1. Acho que o google simplesmente nem pontua.. na minha visão o google enxerga basicamente como se fosse uma sociedade de sites, igual a das pessoas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Bruno!
      Há uma série de sistemas que o Google usa para avaliar o site. A cada ano ou semestre (não há algo fixo), os códigos são alterados, levando aos profissionais de marketing, blogueiros, donos de sites e lojas virtuais a ficarem atentos às novidades. Pode ter certeza de que existe, sim, monitoramento por parte deles. Talvez pelo excesso de domínios, não seja tão rápida essa varredura.
      Obrigado pela visita e pelo comentário! Abraços

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana