Pular para o conteúdo principal

Destaques

Autismo: Profissionais antiéticos envolvidos com tratamentos proibidos e perigosos

Quando lancei uma campanha contra tratamentos sem evidências científicas do autismo, tive pouquíssimo apoio. Isso me ajudou a ver quem é quem, quem coloca as cartas na mesa ou não, quem está/estava com medo.


Infelizmente, além de estarmos abertos às ameaças abertas ou veladas, também existe muito silenciamento; muitas famílias fazendo tratamentos que são proibidos e perigosos e profissionais antiéticos que deveriam ser processados e/ou deveriam perder a licença.

Em vários países, isso já deu processos e prisões, mas no Brasil, nada é como deveria ser. Alguém fica chocado de viver no mundo invertido?

Tem gente que adora brincar com fogo. Gente que difama autistas adultos e quase implora por um processo.

Preciso lembrar que essas coisas são crimes? Ah, não sabia? Agora já sabe.

Uma dica: A verdade demora, mas ela sempre vem. Não é que o Xadrez nos ensina algumas coisas?
Quanto à impunidade e a desinformação, pode ter certeza que vou continuar fazendo minha parte de passar informações de …

Resenha: Comprometida: Uma História de Amor – Elizabeth Gilbert

Foi dentro do sebo Luzes da Cidade, em Ipanema, no Rio de Janeiro, onde eu comprei o livro Comprometida: Uma História de Amor, escrito por Elizabeth Gilbert, a mesma autora de Comer, Rezar, Amar. Publicada no Brasil em 2010, pela editora Objetiva e traduzida por Beatriz Medina, a obra é como se fosse uma continuação à história do best-seller da autora, desta vez se focando no casamento.

Livro Comprometida: Uma História de AmorDepois de escrever um livro baseado em suas experiências pessoais e tudo o que passou depois de um divórcio doloroso,  no qual Elizabeth Gilbert buscou encontrar o seu equilíbrio e encontrar alegria na vida novamente, desta vez a escritora decidiu abordar o casamento.

O livro surgiu de uma série de pesquisas da autora sobre o casamento. Tudo começa com o relacionamento de Liz e Felipe, o brasileiro com o qual ela construiu o relacionamento, aquele que ela conheceu em Bali, no final de Comer, Rezar, Amar. Após sair de um casamento fracassado, onde os dois alimentavam expectativas e mais se machucavam do que faziam bem, a escritora e o homem se envolvem de uma forma mais madura e prazerosa, sem cobrar tanto do outro o que não pode oferecer.

Apesar de ser brasileiro, Felipe morava em Bali há anos, entre idas e vindas por causa do seu trabalho com joias. Já Elizabeth mesmo sendo norte-americana, sempre gostou de viajar. Os dois decidem fazer o relacionamento dar certo no meio dessas viagens. Cansados de não ter um lugar fixo, o casal tenta construir um lar e buscar mais estabilidade, no entanto a falta de visto de Felipe faz com que ele fique somente três meses nos Estados Unidos, viaje e só depois retorne.  Ao tentar retornar ao país para ver a mulher, Felipe tem o seu visto negado e é depois deste fato que desenrola o drama de Comprometida.

Um funcionário da Imigração diz que Felipe poderá retornar ao país, caso os dois consigam casar. Sem ter outra opção, já que Elizabeth Gilbert deseja construir sua vida ao lado de Felipe nos Estados Unidos, o casal resolve seguir esta opção. Porém, como quando se trata de imigração existem diversas burocracias, somente depois de meses Elizabeth e Felipe se casam e durante esse intervalo, a escritora aproveita para aprender mais sobre o casamento em diferentes culturas, como uma forma de se convencer de que tudo vai dar certo entre os dois.

Ao longo do livro, Elizabeth conta alguns acontecimentos dentro de sua própria família e do círculo de amizades relacionados ao casamento e também procura se aprofundar no assunto através de livros, estudos e orientações e conversando com mulheres e homens durante suas viagens.

Tenho o hábito de marcar diversas citações que gostei nos livros. De todas as frases da escritora Elizabeth Gilbert em Comprometida, uma das que eu mais gostei foi: "O casamento vira trabalho duro quando despejamos todas as expectativas de felicidade da vida nas mãos de uma mera pessoa".

Liz compartilha o que aprendeu sobre a felicidade no casamento, a infidelidade, os diferentes propósitos da oficialização da união ao longo dos anos, o que representa o casamento para uma mulher de acordo com a cultura em que vive, a conciliação, o divórcio e muito mais. Apesar de não ter o propósito de se tornar um guia sobre casamentos, o livro traz tantas reflexões que é uma leitura interessante para quem está pensando em se casar e se comprometer a uma vida a dois.

Comprometida: Uma História de Amor é um livro para quem gosta de histórias baseadas em fatos reais, com doses de cultura, estudos e reflexões.

Comentários

Mais lidas da semana