Pular para o conteúdo principal

Destaques

Sobre rabiscos e telas brancas

A tela branca pode ser um convite à explosão criativa ou uma tortura ao artista que sente seu espírito definhando diante da pesada realidade. Em tempos de crise e ódio, a arte fica esquecida e é vista como desimportante; ironicamente, é quando mais precisamos dela, de algo que nos faça sentir vivo e toque as partes atordoadas.


O som dos dedos se movendo pelo teclado era como fantasmas de uma vida distante. É incrível perceber quantas vezes nós deixamos algumas partes nossas morrerem ao longo de nossas existências; as máscaras, antes tão confortáveis, agora incomodam e não nos servem mais. Leva tempo até ficarmos satisfeitos e ajustados à nova realidade. Viver é admitir que sabemos pouco sobre nós mesmos e há sempre algo novo que pode nos transformar, seja para o bem ou para o mal.

O artista encara a tinta respingando pela tela. Para o espectador sem intimidade, nada faz sentido, a desconexão de ideias é tormentosa; para ele, o lembrete de que sua arte nunca o abandonaria. Como poderia…

Lançamento: Livro de contos gays Homossilábicas Vol. 3

Faltam alguns dias para o lançamento da coletânea de contos com temática gay, Homossilábicas Volume 3, publicada pela Editora Escândalo. O livro será lançado no dia 2 de maio, às 20h, no Telstar Hostels, em São Paulo, durante a Festa Literária da Escândalo – Escandaliza.

Coletânea de contos gays.
Foto: Divulgação.
Sou um dos autores com conto publicado na coletânea, mas infelizmente não estarei presente no evento. No entanto, deixo aqui o meu convite para colegas, leitores e curiosos interessados em livros voltados para o público LGBT que estiverem em São Paulo no dia, possam comparecer ao evento.

Para quem ainda não conhece, Homossilábicas é a tradicional coletânea de contos da Editora Escândalo. O terceiro volume do livro traz contos escritos por Alexandre Calladinni, Anita Costa Prado, Rodrigo Machado, Sergio Viula, Ben Oliveira, Tales Gubes, Felipe Moreira, Daniel Manzoni, Miguel Vicentim e Cícero Edinaldo.

Nas 116 páginas do livro, os autores abordaram diferentes situações envolvendo o universo gay. Pelo nome dos contos dá para ter uma noção do que aguarda o leitor: Presente de Casamento; Sobre o Amor Definitivo; Velha-Guarda; Aquele que se morde para experimentar o corte dos dentes; O filho do pai: a dor do amor; Memórias levadas pelo vento; Transformações do amor; Da cor do açaí; Era; Vagalumes nos jardins e O ponto do amor.

No mesmo dia também acontece o lançamento do livro A Sesmaria Esquecida, do escritor Luciano Cilindro de Souza. O romance histórico com temática gay explora o amor entre dois homens em um período pouco conhecido da história do Brasil.

Sinopse – A Sesmaria Esquecida, romance de estreia de Luciano Cilindro de Souza, é mais do que uma simples história de amor entre iguais. É um mergulho no tempo passado, cheio de piratas e inquisidores. Um romance histórico que mistura verdade e ficção na medida certa. Uma alegoria de paixão e de superação de obstáculos em meio a uma das épocas mais conturbadas da história da Bahia.

O lançamento de A Sesmaria Esquecida acontece às 19h, no mesmo local. Antes dos lançamentos dos livros gays, às 18h, serão apresentados os autores e as obras publicadas pela Editora Escândalo.

Local – Telstar Hostels (Rua Capitão Cavalcanti, 177 – Vila Mariana).

Comentários

Mais lidas da semana