Pular para o conteúdo principal

Destaques

My Shy Boss: Série de drama sul-coreano tem protagonista com fobia social e segredos

My Shy Boss (Introverted Boss/Naesungjukin Boseu/내성적인 보스) é uma série de drama romântico sul-coreano sobre a relação entre um chefe de uma empresa de Relações Públicas e uma jovem atriz extrovertida tentando descobrir a verdade sobre um acontecimento do passado que envolveu sua irmã. Lançada em 2017, a série da tvN (canal de televisão da Coreia do Sul) está disponível na Netflix Brasil por tempo indeterminado. Para quem sente falta de ver personagens com dificuldades de comunicação e interação em seriados, My Shy Boss tem Eun Hwan-ki (Yeon Woo-Jin) , um protagonista que evita o máximo possível falar com os funcionários de sua empresa, de forma que gera estranhamento nos outros. Sempre com seu casaco preto de capuz, sua timidez chama a atenção de forma negativa por onde passa. Até se acostumar com o personagem principal, fica difícil compreender alguns dos seus comportamentos. Se é contraditório para os próprios funcionários, para a família dele e até mesmo para alguns clientes insat

Leituras da Semana: Dose dupla de Karina Dias

Chegaram nesta sexta-feira, 02 de maio, minhas próximas leituras. Os livros Diário de uma Garota Atrevida (Editora Brejeira Malagueta) e As Rosas e a Revolução (ENC), ambos da escritora Karina Dias.

As Rosas e a Revolução é o mais recente livro publicado pela autora e foi lançado em São Paulo, no dia 24 de abril, e no dia 02 de maio, no Rio de Janeiro. Assim que terminar de ler, escreverei resenhas e publicarei aqui no blog.

Enquanto ainda não tem resenha, vai um pouco sobre cada livro. A história de As Rosas e a Revolução (confira a resenha) se passa em 1968, época da ditadura militar no Brasil e aborda o relacionamento entre duas mulheres. Já Diário de uma Garota Atrevida (Confira a resenha) narra as experiências de uma adolescente que aos 14 anos tem a sua primeira experiência homossexual.

Semana que vem devo receber o exemplar do livro Orgias Literárias da Tribo, organizado pelo escritor Fabricio Viana e publicado pela Editora Orgástica. A escritora Karina Dias também tem texto publicado na coletânea LGBT.

Quem é Karina Dias? Pseudônimo da escritora, jornalista e pesquisadora, Eliana Natividade, nascida no Rio de Janeiro, com residência em São Paulo. Além de Diário de uma Garota e Rosas e a Revolução, Karina é autora do livro Aquele dia junto ao mar (2009), também publicado pela Editora Brejeira Malagueta e do conto "Al encuentro del amor", publicado em espanhol no livro Voces para Lilith, primeira antologia lésbica da América Latina, lançado em 2011.

Para saber mais informações, entre no site da escritora Karina Dias, onde também é possível encontrar os livros escritos por ela.

Comentários

Mais lidas da semana