Pular para o conteúdo principal

Destaques

Lovestruck In The City: Série sul-coreana explora as emoções e fases dos relacionamentos amorosos

Diferente de muitos doramas coreanos que são mais longos, Lovestruck In The City tem um ritmo mais ágil e leva o telespectador para os encontros e desencontros de três casais que fazem parte do mesmo círculo social, em uma linguagem mais interativa, na qual os personagens contam suas próprias versões em frente às câmeras. A série de 2020 está disponível na Netflix . Para quem não tem muito contato com o universo dos dramas coreanos, a série dirigida por Park Shin-woo é uma boa opção, já que os episódios são curtos em relação ao formato tradicional e trazem o desenvolvimento dos relacionamentos desde os primeiros episódios – fugindo um pouco do padrão no qual o telespectador tem que assistir até o final para ver os personagens se declarando e sofrendo silenciosamente. Outro diferencial em relação a muitas produções coreanas é que os atores se beijam mais e o roteiro aborda assuntos que ainda são tratados como tabus por muitas séries da Coreia do Sul, como o sexo. Porém, embora se apro

Leituras da Semana: Dose dupla de Karina Dias

Chegaram nesta sexta-feira, 02 de maio, minhas próximas leituras. Os livros Diário de uma Garota Atrevida (Editora Brejeira Malagueta) e As Rosas e a Revolução (ENC), ambos da escritora Karina Dias.

As Rosas e a Revolução é o mais recente livro publicado pela autora e foi lançado em São Paulo, no dia 24 de abril, e no dia 02 de maio, no Rio de Janeiro. Assim que terminar de ler, escreverei resenhas e publicarei aqui no blog.

Enquanto ainda não tem resenha, vai um pouco sobre cada livro. A história de As Rosas e a Revolução (confira a resenha) se passa em 1968, época da ditadura militar no Brasil e aborda o relacionamento entre duas mulheres. Já Diário de uma Garota Atrevida (Confira a resenha) narra as experiências de uma adolescente que aos 14 anos tem a sua primeira experiência homossexual.

Semana que vem devo receber o exemplar do livro Orgias Literárias da Tribo, organizado pelo escritor Fabricio Viana e publicado pela Editora Orgástica. A escritora Karina Dias também tem texto publicado na coletânea LGBT.

Quem é Karina Dias? Pseudônimo da escritora, jornalista e pesquisadora, Eliana Natividade, nascida no Rio de Janeiro, com residência em São Paulo. Além de Diário de uma Garota e Rosas e a Revolução, Karina é autora do livro Aquele dia junto ao mar (2009), também publicado pela Editora Brejeira Malagueta e do conto "Al encuentro del amor", publicado em espanhol no livro Voces para Lilith, primeira antologia lésbica da América Latina, lançado em 2011.

Para saber mais informações, entre no site da escritora Karina Dias, onde também é possível encontrar os livros escritos por ela.

Comentários

Mais lidas da semana