Pular para o conteúdo principal

Destaques

A História do Autismo: 10 Motivos para ler o livro Outra Sintonia

Dizem que quem não conhece o próprio passado está fadado a repeti-lo. No mundo do autismo isso fica muito claro, especialmente quando questões que já foram discutidas em outros países chegam atrasadas ao Brasil. Para quem quer entender um pouco sobre todas transformações sociais do mundo do autismo, recomendo o livro Outra Sintonia: A História do Autismo, dos jornalistas John Donvan e Caren Zucker, publicado no Brasil pela Editora Companhia das Letras, em 2017, com tradução de Luiz A. de Araújo.



Compre o livro Outra Sintonia: A História do Autismo: https://amzn.to/2lMNRTJ

Desde sua origem, o autismo passou por uma série de problemas, desde suas definições e percepções dos profissionais envolvidos com a pesquisa e a atuação clínica, passando pelas descobertas e tratamentos, pelas questões políticas e diferentes perspectivas e mais recentemente, pelas polarizações.

A história do autismo é toda construída em cima de luta, de desejos e de crenças, que afetaram positivamente e negativamente…

Bate-papo sobre a Bienal Internacional do Livro com o futuro vlogueiro literário, Hygor Varani

Hoje fui visitar o meu amigo, Hygor Varani, estudante de Publicidade e Propaganda, da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), de Campo Grande (MS). Ele voltou de uma viagem, recentemente, e teve a oportunidade de participar da 23ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo. 

Durante a tarde, conversamos um pouco sobre como foi a Bienal dos Livros. Infelizmente, eu não tive a oportunidade de participar este ano, mas se tudo der certo, estarei lá ano que vem (como autor, assim espero!). Mais dois livros para a minha estante: Garoto Encontra Garoto (David Levithan) e Heróis e Exílios: Ícones gays através dos tempos (Tom Ambrose) – como deu para perceber, ambos com temática gay.

Os dois livros que eu ganhei... ;-) Eu não sei vocês, mas eu amo literatura!

Ben Oliveira: Quantos dias você participou da Bienal? 

Hygor Varani: Fui a cinco dos onze dias de Bienal. No primeiro final de semana fui ao sábado somente, o dia mais lotado pela presença de grandes autores como Kiera Cass e Casandra  Clare. Na segunda semana fui de quarta até domingo, ultimo dia, também muito cheio.

Ben Oliveira: Como foi a experiência de participar da Bienal?

Hygor VaraniEssa foi minha primeira bienal. Foi uma experiência incrível, estar rodeado por tantos livros, autores e leitores.

Ben Oliveira: O que mais gostou? O que não gostou?

Hygor VaraniGostei da variedade de editoras e das palestras que a Bienal ofereceu, além dos encontros e bate-papos. Não gostei das filas, a quantidade era enorme: filas para entrar no evento, para comer, para usar o banheiro, tomar agua... Além de que o preço dos alimentos é superfaturado.

Ben Oliveira: Quais foram as vantagens de ter participado?

Hygor VaraniAs vantagens foram diversas: conhecer blogueiros e vlogueiros que eu só acompanhava pela internet, conhecer escritores que gostos, palestras com pessoas incríveis como Lucia Santaella, além é claro, comprar livros por preços mais em conta.

Ben Oliveira: Quando será sua estreia como vlogueiro literário? 

Hygor VaraniA estreia está planejada para o mês de setembro, faltam alguns detalhes visuais apenas.

Ben Oliveira: De onde surgiu a ideia de criar o canal no Youtube sobre livros?

Hygor VaraniDesde que entrei na faculdade acompanho vlogs literários, aproximadamente três anos, e esse ano vim conversando com alguns colegas que possuem canais no Youtube sobre essa ideia e pedi algumas dicas e me senti mais confiante a criar um canal.


Hygor e seus livros comprados na Bienal Internacional do Livro de SP.
Ben Oliveira: Quantos livros você comprou no total? Dos livros comprados, qual foi o seu favorito?

Hygor VaraniNa Bienal do Livros de São Paulo comprei 20 livros, sendo 18 pra mim e mais 2 de presente. Meu livro preferido foi o Circulo (esse eu já li, e é realmente ótimo!). Queria comprá-lo fazia muito tempo, mas os preços variavam de 30 a 40 reais, na bienal encontrei ele por apenas 9 reais.

Ben Oliveira: Como foi interagir com os autores?

Hygor VaraniConheci o Danilo Leonardi, autor de “Por que Indiana, João?” no ultimo dia de Bienal, estava decidido a comprar seu livro. Ele foi super atencioso, autografou meu livro e tiramos uma selfie. No mesmo estande, da Giz Editorial, estava a autora de “A Torre acima do Véu”, Roberta Spindler, eu não sabia quem ela era, ela simplesmente me perguntou se eu gostaria de ouvir sobre o livro, fiquei encantado com a historia e mega curioso, tive que comprar o livro e pedi autógrafo, claro!

Ben Oliveira: Conheceu muitos vlogueiros, blogueiros literários?

Hygor VaraniDe vlogueiros conheci a Bel, do canal Algum Infinito; Eduardo, do Perdido nos Livros e a Pam, do Garota It. Conheci também a Yume, do blog Yume e os Livros, estávamos no mesmo hostel e sábado fomos para a bienal juntos, a noite nos reunimos com a galera do hostel pra jogar sinuca e conversar, foi divertido, no domingo ela me fez companhia no aeroporto até a hora do meu voo, uma fofa.

Ben Oliveira: Quais Palestras / Oficinas você participou e gostou? Por que?

Hygor VaraniParticipei do bate-papo com a Pam, do Garota It e Tati Feltrin, do Tiny little Things, elas responderam perguntas que foram definidas previamente e lançadas por um moderador e depois responderam perguntas das pessoas da “plateia”.

Palestra com Lucia Santaella, com o tema “O papel do livro e da leitura na sociedade contemporânea”, onde ela expôs os tipos de leitores e perfis cognitivo.

Palestra com Andrea Kogan e Fal Azevedo, com o tema “Escrita de Blogs”, onde debateram sobre o ato de escrever que é um habito e um trabalho físico.

Gostei de poder aprender um pouco mais com as palestrantes sobre escrita e leitura. Gostei de poder ouvir “pessoalmente” os relatos de como é ter um vlog literário.

Ben Oliveira: Pretende participar da edição do próximo ano?

Hygor VaraniSim, pretendo participar da edição do Rio, mas dessa vez planejo ficar apenas um final de semana.

Ben Oliveira: Para quem não conhece a Bienal, que dicas você deixaria?

Hygor Varani: – Comprar ingressos com antecedência, pois as filas para comprar no dia são enormes;

– Ir com sapatos e roupas confortáveis, o evento é grande e as filas para alguns estandes também.

– Levar comida e agua de casa, os preços são bem salgados e assim você economiza e pode comprar livros;

– Marcar um ponto de encontro, o sinal de celular e internet é falho e fica difícil se comunicar.

***

Aproveitei a tarde para comprar meus exemplares dos livros da série O Vale dos Anjos: O Torneio dos Céus e O Poder da Luz, do escritor Leandro Schulai e Que é Linguística, da Suzette Haden Elgin.

Comentários

Mais lidas da semana