Pular para o conteúdo principal

Destaques

Criminologia, Jessica Jones e Mulher-Maravilha: Ficar do lado do agressor é sinal de perigo à sociedade – Ben Oliveira

Que dia lindo para servir Karma Coletivo para Diana, Lilith e Nêmesis ao mesmo tempo:  Resistam julgar as pessoas pela aparência. Meus 2 ex-namorados manipuladores se faziam de vítimas e todo mundo ficava ao lado deles e como eu sou porra louca, como Jessica Jones e Malévola, era injustiçado entre quatro paredes e julgado por todos ao redor. Como sou uma vaca, só há duas pessoas com a qual me importo no mundo, minhas duas chamas gêmeas, o resto é indiferente. Ainda assim... Vocês criam cada distorção cognitiva que só por Deus... É muita falta de terapia, autoconsciência, reflexão e bom senso.  Foi você que tava dentro do carro capotado? Foi você que quase morreu? Foi você que teve que recomeçar várias vezes na vida? Foi você que saiu como vilão quando a pessoa era tóxica pra cacete? Não foi. Então, boca fechada, sempre. Opinião só se dá quando é pedida. Sem falar os DELUSIONAIS que ficaram comentando: Que pena, achei que vocês iam casar. Quem quiser casar com ele, passo até o perfil KK

Novidade: A Incrível Cidade que Apodreceu – Christian Petrizi

O autor Christian Petrizi lançou no dia 7 de agosto, na cidade de Patrocínio de Muriaé (MG), seu novo livro “A Incrível Cidade que Apodreceu”. Produzido e editado pela Cultura em Letras Edições, o livro narra, em contos, as desavenças, aventuras e o cotidiano dos habitantes da pequena, pacata e florida Bouganvilla do Manancial.

Com 142 páginas, a história é envolta de mistérios que circulam a cidade, onde um mau cheiro inexplicável se mistura à bucólica atmosfera da pequena metrópole, deixando seus moradores intrigados. As bouganvillas, flores silvestres que enfeitam cada canto das praças, casas e ruas, testemunham e ao mesmo tempo escondem a sujeira e podridão existentes na cidade. Com personagens centrais individuais protagonizando cada capítulo, as histórias vêm recheadas de intrigas, poder, aristocracia e ganância de moradores e mandachuvas do local.

Leia: Resenha sobre A Incrível Cidade que Apodreceu

Em resumo, o dia a dia daquelas pessoas termina em um único lugar: no alto da colina da cidade, próxima ao cemitério, quando um dia, de tanto cheirar mal, a cidade acaba indo pelos ares. Só resta aos habitantes recomeçarem a vida e refletirem sobre seus atos e desejos que, de tanto serem excessivos, fez com que tudo acabasse em uma imensa bola de fogo.

“A incrível cidade que apodreceu” é o quinto livro do autor mineiro Christian Petrizi. Nascido em Patrocínio de Muriaé, Christian lançou “Assasinato on line”, “Crimes Bárbaros”, “Perdendo a cabeça” e participou da coletânea de contos eróticos “Censurado – sexo, taras e fetiches”. Atualmente o autor faz parte da Secretaria de saúde de Patrocínio de Muriaé e já coordenou a Secretaria de cultura da cidade, que recebeu o lançamento de seu novo trabalho tendo o apoio do SESI - Secretaria de cultura de Patrocínio de Muriaé.

*Informações do editor e assessor de imprensa Occello Oliver / Cultura em Letras Edições

Para mais informações:

Facebook: https://www.facebook.com/culturaemletrasedicoes?fref=ts

Twitter: https://twitter.com/CulturaemLetras

Site: www.culturaemletrasedicoes.com.br

Livro: https://www.facebook.com/aincrivelcidadequeapodreceu?fref=ts

Comentários

Mais lidas da semana