Pular para o conteúdo principal

Destaques

Sobre rabiscos e telas brancas

A tela branca pode ser um convite à explosão criativa ou uma tortura ao artista que sente seu espírito definhando diante da pesada realidade. Em tempos de crise e ódio, a arte fica esquecida e é vista como desimportante; ironicamente, é quando mais precisamos dela, de algo que nos faça sentir vivo e toque as partes atordoadas.


O som dos dedos se movendo pelo teclado era como fantasmas de uma vida distante. É incrível perceber quantas vezes nós deixamos algumas partes nossas morrerem ao longo de nossas existências; as máscaras, antes tão confortáveis, agora incomodam e não nos servem mais. Leva tempo até ficarmos satisfeitos e ajustados à nova realidade. Viver é admitir que sabemos pouco sobre nós mesmos e há sempre algo novo que pode nos transformar, seja para o bem ou para o mal.

O artista encara a tinta respingando pela tela. Para o espectador sem intimidade, nada faz sentido, a desconexão de ideias é tormentosa; para ele, o lembrete de que sua arte nunca o abandonaria. Como poderia…

Novidade: A Incrível Cidade que Apodreceu – Christian Petrizi

O autor Christian Petrizi lançou no dia 7 de agosto, na cidade de Patrocínio de Muriaé (MG), seu novo livro “A Incrível Cidade que Apodreceu”. Produzido e editado pela Cultura em Letras Edições, o livro narra, em contos, as desavenças, aventuras e o cotidiano dos habitantes da pequena, pacata e florida Bouganvilla do Manancial.

Com 142 páginas, a história é envolta de mistérios que circulam a cidade, onde um mau cheiro inexplicável se mistura à bucólica atmosfera da pequena metrópole, deixando seus moradores intrigados. As bouganvillas, flores silvestres que enfeitam cada canto das praças, casas e ruas, testemunham e ao mesmo tempo escondem a sujeira e podridão existentes na cidade. Com personagens centrais individuais protagonizando cada capítulo, as histórias vêm recheadas de intrigas, poder, aristocracia e ganância de moradores e mandachuvas do local.

Leia: Resenha sobre A Incrível Cidade que Apodreceu

Em resumo, o dia a dia daquelas pessoas termina em um único lugar: no alto da colina da cidade, próxima ao cemitério, quando um dia, de tanto cheirar mal, a cidade acaba indo pelos ares. Só resta aos habitantes recomeçarem a vida e refletirem sobre seus atos e desejos que, de tanto serem excessivos, fez com que tudo acabasse em uma imensa bola de fogo.

“A incrível cidade que apodreceu” é o quinto livro do autor mineiro Christian Petrizi. Nascido em Patrocínio de Muriaé, Christian lançou “Assasinato on line”, “Crimes Bárbaros”, “Perdendo a cabeça” e participou da coletânea de contos eróticos “Censurado – sexo, taras e fetiches”. Atualmente o autor faz parte da Secretaria de saúde de Patrocínio de Muriaé e já coordenou a Secretaria de cultura da cidade, que recebeu o lançamento de seu novo trabalho tendo o apoio do SESI - Secretaria de cultura de Patrocínio de Muriaé.

*Informações do editor e assessor de imprensa Occello Oliver / Cultura em Letras Edições

Para mais informações:

Facebook: https://www.facebook.com/culturaemletrasedicoes?fref=ts

Twitter: https://twitter.com/CulturaemLetras

Site: www.culturaemletrasedicoes.com.br

Livro: https://www.facebook.com/aincrivelcidadequeapodreceu?fref=ts

Comentários

Mais lidas da semana