Pular para o conteúdo principal

Destaques

My Shy Boss: Série de drama sul-coreano tem protagonista com fobia social e segredos

My Shy Boss (Introverted Boss/Naesungjukin Boseu/내성적인 보스) é uma série de drama romântico sul-coreano sobre a relação entre um chefe de uma empresa de Relações Públicas e uma jovem atriz extrovertida tentando descobrir a verdade sobre um acontecimento do passado que envolveu sua irmã. Lançada em 2017, a série da tvN (canal de televisão da Coreia do Sul) está disponível na Netflix Brasil por tempo indeterminado. Para quem sente falta de ver personagens com dificuldades de comunicação e interação em seriados, My Shy Boss tem Eun Hwan-ki (Yeon Woo-Jin) , um protagonista que evita o máximo possível falar com os funcionários de sua empresa, de forma que gera estranhamento nos outros. Sempre com seu casaco preto de capuz, sua timidez chama a atenção de forma negativa por onde passa. Até se acostumar com o personagem principal, fica difícil compreender alguns dos seus comportamentos. Se é contraditório para os próprios funcionários, para a família dele e até mesmo para alguns clientes insat

Leituras de Agosto – 2016

Demorou um pouco para sair o post de leituras de agosto de 2016. Além da lista no blog, eu ia gravar um vídeo esta semana para o canal do Blog do Ben Oliveira no Youtube, mas como estou resfriado, vou divulgar as informações por aqui mesmo. Foram sete livros lidos e cinco resenhados. Confira abaixo a minha lista de livros lidos em agosto:

*Ficou interessado em algum dos livros? Os livros que foram resenhados estão com links coloridos e se você comprar nos links citados abaixo, você ajuda o blog a continuar a crescendo! :)



Todo Dia (David Levithan, Editora Galera Record)O tipo de leitura que me fez continuar pensando nela mesmo alguns dias depois de ler. O romance sobre um jovem que acorda todos os dias em um corpo diferente, o que possibilita muitas reflexões sobre a vida e a importância de ter empatia, afinal, não sabemos todos os problemas e conflitos que os outros enfrentam em seus cotidianos. Fiquei curioso para ler Outro Dia, do David Levithan, mas ainda sem previsão de leitura.



Dois Garotos Se Beijando (David Levithan, Editora Galera Record)O livro nos leva para o universo de adolescentes e como eles se sentem sobre suas próprias sexualidades. Quando dois garotos decidem se beijar para quebrar um recorde, a ação acaba atraindo a atenção de mais pessoas do que eles imaginam. É um romance que traz vários personagens lidando com suas alegrias e angústias, mas que no final das contas, todos querem ser aceitados e felizes do jeito que são.



Will e Will: Um Nome, Um Destino (David Levithan e John Green, Editora Galera Record) – Confesso que li o livro mais por causa do David Levithan do que pelo John Green, mas gostei da narrativa de Green. O livro conta a história de dois personagens que têm o mesmo nome e sobrenome, Will Grayson, sendo que um deles é heterossexual e lida com os conflitos da adolescência de saber o seu lugar no mundo e o seu futuro, e outro é um gay solitário, que está tentando se aceitar melhor e acaba se deixando se envolver pelo universo de outras pessoas.



Promessa de Liberdade (Evelyn Postali) – Este romance de realidade alternativa se passa em um Brasil opressivo, no qual a escravidão não foi abolida e outras minorias são reprimidas. A autora nos faz questionar qual é o valor da liberdade e até que ponto podemos ser quem nós somos. Uma narrativa assombradora sobre os preços das escolhas e também de como o poder nas mãos erradas pode ser insidioso.  A resenha do livro Promessa de Liberdade vai ser publicada no final de setembro aqui no blog!



Confissões do Crematório (Caitlin Doughty, Editora DarkSide Books)Um livro sobre a morte não é algo que vemos em todos lugares. Quando uma agente funerária decide compartilhar suas experiências sobre este universo tão distante de muitas pessoas, podemos aprender sobre coisas que jamais imaginávamos. Difícil é não querer mergulhar nas histórias de Caitlin, que mistura sua própria história de vida com conhecimentos de outros pensadores e reflexões sobre a indústria da morte.





Neuromarketing Aplicado à Redação Publicitária (Lilian S. Gonçalves, Editora Novatec) – O livro aborda como conhecer melhor a mente de consumidor pode fazer diferença na hora de planejar suas campanhas de marketing, especialmente voltado para redatores publicitários. A autora traz algumas informações interessantes, mas que me parece ser só o pontapé inicial para quem deseja aprender mais sobre o universo do neuromarketing.



O Último Adeus (Cynthia Hand, Editora DarkSide Books)O livro se foca na história da irmã mais velha de um adolescente que cometeu suicídio. Um romance que explora o luto, os conflitos psicológicos, os problemas familiares, como nossas vidas são mais frágeis do que imaginamos, a importância do apoio emocional e de seguir em frente.




Para acompanhar minhas leituras, me siga nas redes sociais:

Facebook do Blog do Ben Oliveira: https://www.facebook.com/benoliveiraautor/





E você, já leu algum dos livros da lista? Leu o que de bom no mês passado? Comente abaixo!

Comentários

  1. O Último adeus eu quero demais. Gosto de livros com uma pegada de drama jovem.

    www.primeiras-impressoes.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mary!
      Gostei muito do livro O Último Adeus. Se for ler, espero que goste! ♥
      Abraços

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana