Pular para o conteúdo principal

Destaques

Dias de Isolamento, Estímulos e Tédio: Vidas Importam (Coronavírus) | Ben Oliveira

Mesmo para alguém no espectro autista (lembrando que não existem dois autistas iguais e há uma ampla variedade neurológica e de personalidade), os dias de isolamento não são necessariamente confortáveis.


Gostar de ficar em casa e precisar de tempo sozinho para recarregar as energias, não significa que autistas também não gostem de ver pessoas – muitos adoram andar ao ar livre. As pessoas confundem autismo, introversão, timidez e misantropia (aversão às pessoas).

O que eu queria falar é sobre a importância de se ocupar com o que te estimula. Na correria do dia a dia, todos abrimos mão daquilo que gostamos de fazer e do que nem sabíamos que gostamos. Além de ler e jogar, nesses dias aproveitei para organizar as coisas e brincar com as tintas e colas.

Deveria estar escrevendo mais, mas confesso que estou gostando de estimular outras áreas que estavam adormecidas. Sim, tenho muitos momentos de tédio, mas não acho que colocar a vida de outras pessoas em risco possa compensá-los.

Por outro …

Literatura e Saúde Mental: Relação entre a leitura e o bem-estar será explorada em curso online

A Universidade de Warwick lançou um curso online gratuito Literatura e Saúde Mental: Leitura Para o bem-estar (Literature and Mental Health: Reading for Wellbeing) sobre a relação entre a leitura de algumas obras literárias e como elas podem influenciar a saúde mental e a entender como  poemas, peças e romances podem nos ajudar a entender e lidar com a tensão emocional profunda.


Com uma duração de seis semanas, o curso conta com a participação de médicos, os quais oferecem uma perspectiva médica, e de várias pessoas que se voltaram para a literatura em momentos de crises, como Stephen Fry, Melvyn Bragg, Mark Haddon e Sir Ian McKellen. 

Entre os temas de cada aula estão: Estresse; Coração partido; Luto; Trauma (transtorno do estresse pós-traumático); Depressão e Transtorno Bipolar; Envelhecimento e Demência. O curso é ministrado pelo crítico literário, biógrafo e shakespeariano Jonathan Bate e pela escritora best-seller Paula Byrne, criadora da ReLit – Fundação para Biblioterapia.

Conheça também: Farmácia Literária (Ella Berthoud e Susan Elderkin) 

Sobre o FutureLearn – Os primeiros cursos foram lançados em Setembro de 2013 e desde então, mais de 7 milhões de pessoas já se juntaram à plataforma de ensino. É uma empresa privada de propriedade exclusiva da The Open University, com o benefício de mais de 40 anos de experiência em educação a distância e educação online. Com mais de 140 parceiros pelo mundo, entre eles muitas das melhores universidades do Reino Unido e internacionais, bem como instituições com um enorme arquivo de material cultural e educacional, como o British Council, a Biblioteca Britânica e o Museu Britânico. 

As datas de inscrições do curso ainda não foram abertas, mas é possível registrar o interesse e receber e-mail quando o curso estiver disponível. Alguns dos destaques do curso já estão disponíveis para saber um pouco antes de se inscrever.

Comentários

  1. Eis aí um tema muito interessante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Marco.
      Concordo contigo. Acredito que a biblioterapia deveria ser mais explorada.

      Excluir
  2. Que bacana ter um curso sobre isso. A mim, a literatura já ajudou em diversos momentos. Eu sou uma pessoa muito sentimental e bastante ansiosa também. Os livros me ajudam a acalmar, a focar e a chorar. Pra mim, é importante poder chorar, se não fico acumulando coisas ruins em mim.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!