Pular para o conteúdo principal

Destaques

Resenha: Bem-vindos à Livraria Hyunam-dong – Hwang Bo-reum

Com o sonho de abrir uma livraria e tocar outras pessoas em um espaço acolhedor e repleto de livros, Yeongju se aventura nesta jornada. Assim é a história do livro Bem-vindos à Livraria Hyunam-dong , escrito por Hwang Bo-reum , com tradução de Jae hyung Woo, publicado no Brasil pela editora Intrínseca , em 2023. Compre o livro Bem-vindos à Livraria Hyunam-dong:  https://amzn.to/3uKgswO O livro que se passa na Coreia do Sul conquistou leitores em diferentes partes do mundo e tem uma linguagem fácil de ler, sem floreios, tornando uma boa opção de leitura até mesmo para aqueles que não têm o hábito de ler. Porém, mesmo para os que gostam de literatura, há inúmeras referências nas entrelinhas sobre o mundo dos leitores, autores e livrarias. “É preciso tentar, então em vez de ficar me questionando se eu tinha talento ou não, só comecei a escrever. Eu queria sentir isso pelo menos uma vez na vida” – Hwang Bo-reum, Bem-vindos à Livraria Hyunam-dong A ideia da livraria surge como uma forma de

Freud for Beginners

Andando em Viena, Aústria, conhecendo os pontos turísticos da cidade, entrei na loja do Museu do Freud. Devido à falta de tempo não foi possível visitar o local em que Freud trabalhou e morou em grande parte da sua vida, mas foi dentro da loja cheia de souvenirs e livros sobre a vida de Freud, obras do psicanalista e outros livros da área, que comprei o livro Freud for Beginners (editora Pantheon) e aprendi de forma simples e didática sobre a vida fascinante de Freud.

Livro sobre Freud

Escrito pelo romancista canadense Richard Appignanesi e ilustrado pelo latino americano Oscar Zarate, o livro introduz o leitor à vida e descobertas revolucionárias do 'pai da Psicanálise', Sigmund Freud.

Originalmente publicado em 1979, por meio de ilustrações e texto, o livro narra desde a infância do psicanalista e o relacionamento com sua família, a formação médica de Freud, que queria ser um cientista, não um doutor, os conceitos e pesquisas realizadas, casos interessantes acompanhados e estudados, até a morte dele em 1939, aos 83 anos de idade, por causa da piora do seu câncer bucal.

O livro não substituiu a necessidade de andar pela casa e observar onde o psicanalista viveu com a família por cerca de 50 anos e escreveu suas obras, mas de forma prazerosa preencheu o vazio superficial e a escuridão que habitavam em minha mente sobre um revolucionário que deveria ser conhecido por todos, não somente estudantes e profissionais da área. Fica a dica de leitura.

Leia também:

Contribuições de Freud para a Cultura Ocidental

Documentário relata vida e descobertas de Sigmund Freud

Resenha - A Lógica da Emoção

Resenha Eros e Civilização - Herbert Marcuse

Comentários

Mais lidas da semana