Pular para o conteúdo principal

Destaques

The Good Detective: Série coreana policial sobre antigo caso e a busca pela verdade

The Good Detective é uma série coreana policial que aborda um caso antigo, cujo julgamento levou à sentença de condenação de morte do acusado. Um detetive novato no departamento e um veterano se juntam para descobrir se aconteceram falhas nas investigações policiais. A série está disponível na Netflix . Com 16 episódios em sua primeira temporada, três personagens se destacam: o detetive que participou da investigação do caso, Kang Do Chang (Son Hyeon-ju) , o jovem detetive Oh Ji Hyuk (Seung-jo Jang) e a jornalista investigativa Jin Seo Kyung (Elliya Le) . Quando um novo caso de um suposto assassino confesso da filha do homem condenado ganha a atenção da mídia, muitas dúvidas pairam no ar sobre as motivações e os possíveis envolvidos, fazendo com que os detetives discretamente se aprofundassem nas investigações, mesmo sabendo que poderiam prejudicar as próprias carreiras. Kang é movido pela consciência pesada de ter sido parte do caso do condenado possivelmente inocente sofrer pena de

Freud for Beginners

Andando em Viena, Aústria, conhecendo os pontos turísticos da cidade, entrei na loja do Museu do Freud. Devido à falta de tempo não foi possível visitar o local em que Freud trabalhou e morou em grande parte da sua vida, mas foi dentro da loja cheia de souvenirs e livros sobre a vida de Freud, obras do psicanalista e outros livros da área, que comprei o livro Freud for Beginners (editora Pantheon) e aprendi de forma simples e didática sobre a vida fascinante de Freud.

Livro sobre Freud

Escrito pelo romancista canadense Richard Appignanesi e ilustrado pelo latino americano Oscar Zarate, o livro introduz o leitor à vida e descobertas revolucionárias do 'pai da Psicanálise', Sigmund Freud.

Originalmente publicado em 1979, por meio de ilustrações e texto, o livro narra desde a infância do psicanalista e o relacionamento com sua família, a formação médica de Freud, que queria ser um cientista, não um doutor, os conceitos e pesquisas realizadas, casos interessantes acompanhados e estudados, até a morte dele em 1939, aos 83 anos de idade, por causa da piora do seu câncer bucal.

O livro não substituiu a necessidade de andar pela casa e observar onde o psicanalista viveu com a família por cerca de 50 anos e escreveu suas obras, mas de forma prazerosa preencheu o vazio superficial e a escuridão que habitavam em minha mente sobre um revolucionário que deveria ser conhecido por todos, não somente estudantes e profissionais da área. Fica a dica de leitura.

Leia também:

Contribuições de Freud para a Cultura Ocidental

Documentário relata vida e descobertas de Sigmund Freud

Resenha - A Lógica da Emoção

Resenha Eros e Civilização - Herbert Marcuse

Comentários

Mais lidas da semana