Pular para o conteúdo principal

Destaques

Autistas com Altas Habilidades: Mais adaptáveis ao mundo neurotípico

Por que eu não gosto de ser acompanhado no meu perfil pessoal por muitos familiares de autistas? Não gosto que queiram saber minhas vivências, como fazem com outros autistas?


Texto da imagem: Os autistas com altas habilidades (dupla excepcionalidade) podem compensar as limitações usando habilidades cognitivas, navegando em situações sociais e se adaptando aos desafios da vida cotidiana (Autism Calgary).

Todos autistas são diferentes. Eu repito isso quase que diariamente. Muita gente fica comparando experiências e vivências, achando que por estarem no mesmo grau, vão encontrar as respostas que precisam. Spoiler: Nem sempre.

Dois autistas podem ser completamente diferentes. Dois aspies podem ser completamente diferentes.

Existem muitas dificuldades que alguns aspies têm na vida adulta, que eu tinha na infância ou adolescência. Isso significa que eu preciso esconder que me adaptei? Não. Significa que somos todos diferentes e sou mais adaptável em alguns aspectos. 
Isso me torna um fake auti…

10 Músicas para quem gosta de histórias de bruxas

Histórias de bruxas nos fazem pensar na relação que construímos com a natureza, nos rituais, nas fases da lua e na magia. A bruxaria não é homogênea, como alguns podem imaginar, e a religião e suas práticas serviram e ainda servem de inspiração para inúmeras narrativas.

“Eu chamei pela Deusa e a encontrei em mim mesma” – Marion Zimmer Bradley, As Brumas de Avalon

Sejam em livros de não ficção, ficção ou de fantasia, bruxas nos lembram da importância dos desejos e de como nossas energias podem influenciar e são influenciadas pelas coisas, pessoas e ambientes. Há algo nessas histórias que nos possibilita viajar para dentro de nós mesmos, desenvolvendo mais consciência sobre nossas intenções e propósitos.

“… é que não existe história totalmente verdadeira. A verdade tem muitas faces e assemelha-se à velha estrada que conduz a Avalon: o lugar para onde o caminho nos levará depende da nossa própria vontade de nossos pensamentos” – Marion Zimmer Bradley, As Brumas de Avalon


Quando penso em As Brumas de Avalon, não há como negar o peso que as mulheres têm no romance. A figura do Arthur e dos homens acabam sendo ofuscadas pela imagem de Morgana das Fadas, pela história das sacerdotisas que viviam na ilha ou pelas tradições do paganismo. A narrativa nos lembra o quanto algumas religiões são mais antigas do que o cristianismo e como diante da dominação, muitas práticas foram demonizadas e de como as mulheres foram perdendo seus poderes, literalmente, para se tornarem submissas aos homens.

“Os encantamentos não funcionam como os homens e as mulheres querem, mas segundo suas próprias leis, que são tão estranhas quanto o tempo no país das fadas” – Marion Zimmer Bradley, As Brumas de Avalon

Seja diante das bruxas do presente ou do passado, acredito que as histórias podem ser complementadas por outra forma de arte: a música. Para quem gosta de ler e escutar música ao mesmo tempo – ou até mesmo para quem gosta escrever suas próprias histórias –, separei algumas indicações para vocês.

Veja também: 10 Músicas para ouvir durante a leitura de Os Bruxos de São Cipriano 

Nada como aquela sensação de quando nossa imaginação ganha vida, nos perdemos em um bom livro e as músicas nos levam para longe. Fica aqui o convite para entrar nas florestas mágicas e dançar sob a luz da lua.

Confira 10 Músicas para quem gosta de histórias de bruxas:


Lady Isadora – Come, Witches, To The Dance




Peter Gundry – Dark Magic Music: Salem's Secret




The Pierces – Sticks and Stones




Sneaker Pimps - Small Town Witch




Loreena McKennitt – The Mummers' Dance




Lisa Thiel – I Am The Goddess 




Wendy Rule – The Raven Song




Faun - Federkleid



Celtic Woman - Tír na nÓg ft. Oonagh 




Song of Fey Cross – Three Weird Sisters 





Bônus:


Neptune – S. J. Tucker



Confira também: 6 Curtas de Terror para Assistir no mês de Halloween

Gostou das indicações de músicas? Compartilhe o post nas redes sociais! Tem alguma sugestão musical? Deixe um comentário no blog!

*Ben Oliveira é escritor, blogueiro e jornalista por formação. É autor do livro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e dos livros de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1) e O Livro (Vol. 2), disponíveis no Wattpad.

Comentários

  1. Amo bruxas e adorei as dicas de músicas. Vou colocar na minha playlist pra escrever.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lary!
      Fico feliz em saber que gostou da seleção musical. É bom demais escrever ouvindo música com essa pegada. Bruxas ♥
      Abraços

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana