Pular para o conteúdo principal

Destaques

Um Conto Taiwanês de Duas Cidades: Série de romance e drama explora raízes, sonhos e amores

Uma série de romance e drama sobre duas mulheres conectadas por suas raízes de Taiwan, mas que seguiram caminhos bem diferentes e com personalidades moldadas pelas cidades em que viveram: enquanto uma cresceu em San Francisco, nos Estados Unidos, a outra passou a vida inteira em Taipei. A série A Taiwanese Tale of Two Cities (Um Conto Taiwanês de Duas Cidades, 2018) balanceia os idiomas e experiências culturais dos dois países, criando uma experiência prazerosa para quem deseja visitar ambos destinos turísticos. Essa produção taiwanesa foi um dos achados na Netflix . A mulher que nunca saiu do país, abraça as raízes da medicina chinesa e por causa do seu histórico de saúde frágil abriu mão de muitas coisas fora de sua zona de conforto, Lee Nien-Nien (Tammy Chen) que coincidentemente sonhava em conhecer San Francisco, acaba conhecendo a taiwanesa-americana Josephine Huang (Peggy Tseng), que embora tivesse curiosidades sobre sua origem, passou praticamente a vida toda nos Estados Unidos

Observatório da Imprensa e a análise da mídia brasileira

Surgido na internet em abril de 1996, o Observatório da Imprensa é um veículo jornalístico focado na crítica da mídia que apresenta regularmente artigos para discussão e reflexão sobre os meios de comunicação de massa, o papel dos jornalistas, a ética jornalística, a repercussão sobre a cobertura de reportagens produzidas pelos principais jornais do mundo.


Além da sua versão online, desde maio de 1998, o Observatório da Imprensa começou a ser transmitido na televisão. O programa é produzido pela TVE do Rio de Janeiro e TV Cultura de São Paulo, transmitido semanalmente pela Rede Pública de Televisão e disponível no Youtube para reprodução.

O meio radiofônico também é ambiente do Observatório da Imprensa. Desde maio de 2005, o programa de rádio é transmitido pela rádio Cultura FM de São Paulo, rádios MEC AM e FM do Rio de Janeiro e rádios Nacional AM e FM de Brasília.

A ideia de criar o Observatório da Imprensa surgiu de um projeto do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo, da Universidade Estadual de Campinas, uma iniciativa do Projor – Instituto para o Desenvolvimento do Jornalismo.

Com o propósito de analisar o desempenho da mídia brasileira, o Observatório possibilita a interação com o público e verificar a opinião de profissionais, jornalistas, pesquisadores e estudiosos. Acreditando na importância do produto jornalístico na prestação de serviço público com seus deveres e responsabilidades sociais, o Observatório da Imprensa critica os veículos de comunicação que não atendem às demandas da população e cidadania, se preocupando somente com os interesses das empresas privadas.

O Projor é mantenedor do Observatório da Imprensa e é uma organização social sem fins lucrativos que realiza atividades de formação, treinamento, reciclagem e consultoria nos campos profissional e empresarial.

A equipe do Observatório da Imprensa é formada pelos jornalistas Alberto Dines, Diretor Editorial; Carlos Eduardos Lins da Silva, Presidente do Projor; Caio Túlio Costa, Diretor de Operações do Projor; Luiz Egypto, Redator-Chefe do Observatório da Imprensa e Eugênio Bucci, Diretor do Projor.

*Com informações do Observatório da Imprensa / Projor

Comentários

Mais lidas da semana