Pular para o conteúdo principal

Destaques

10 Curiosidades sobre o Tarot e Oráculos: Magia e Espiritualidade

1) Se você é intuitivo e tem twin flame (nem todos têm), vocês estão conectados sempre e sabem o que acontece na vida um do outro, mesmo quando escondem. As informações vêm em intuição, sonhos ou pelo próprio tarot. Compre o Tarot de Marselha: https://amzn.to/3sLFOpF 2) Quem não tem twin flame, pode ter almas gêmeas. Muitas (amigos, família ou amores). Elas nem sempre duram a vida toda, diferente da twin flame. Cada alma gêmea tem sua missão neste plano e uma vez cumprida, ou vocês ficam juntos ou seguem caminhos diferentes. A conexão de twin flame é intensa e não se compara com de alma gêmea.  3) O Tarot revela coisas que você já sabe sobre si mesmo e os outros, mas também revela coisas escondidas: traições, mentiras, segredos, terceiras pessoas (não necessariamente amantes, mas pessoas se intrometendo no relacionamento), namoro, casamento, divórcio e por aí vai.  4) O tarot revela questões pessoais e profissionais sobre si mesmo e os outros. Sucesso ou queda, prosperidade ou estagnaç

Observatório da Imprensa e a análise da mídia brasileira

Surgido na internet em abril de 1996, o Observatório da Imprensa é um veículo jornalístico focado na crítica da mídia que apresenta regularmente artigos para discussão e reflexão sobre os meios de comunicação de massa, o papel dos jornalistas, a ética jornalística, a repercussão sobre a cobertura de reportagens produzidas pelos principais jornais do mundo.


Além da sua versão online, desde maio de 1998, o Observatório da Imprensa começou a ser transmitido na televisão. O programa é produzido pela TVE do Rio de Janeiro e TV Cultura de São Paulo, transmitido semanalmente pela Rede Pública de Televisão e disponível no Youtube para reprodução.

O meio radiofônico também é ambiente do Observatório da Imprensa. Desde maio de 2005, o programa de rádio é transmitido pela rádio Cultura FM de São Paulo, rádios MEC AM e FM do Rio de Janeiro e rádios Nacional AM e FM de Brasília.

A ideia de criar o Observatório da Imprensa surgiu de um projeto do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo, da Universidade Estadual de Campinas, uma iniciativa do Projor – Instituto para o Desenvolvimento do Jornalismo.

Com o propósito de analisar o desempenho da mídia brasileira, o Observatório possibilita a interação com o público e verificar a opinião de profissionais, jornalistas, pesquisadores e estudiosos. Acreditando na importância do produto jornalístico na prestação de serviço público com seus deveres e responsabilidades sociais, o Observatório da Imprensa critica os veículos de comunicação que não atendem às demandas da população e cidadania, se preocupando somente com os interesses das empresas privadas.

O Projor é mantenedor do Observatório da Imprensa e é uma organização social sem fins lucrativos que realiza atividades de formação, treinamento, reciclagem e consultoria nos campos profissional e empresarial.

A equipe do Observatório da Imprensa é formada pelos jornalistas Alberto Dines, Diretor Editorial; Carlos Eduardos Lins da Silva, Presidente do Projor; Caio Túlio Costa, Diretor de Operações do Projor; Luiz Egypto, Redator-Chefe do Observatório da Imprensa e Eugênio Bucci, Diretor do Projor.

*Com informações do Observatório da Imprensa / Projor

Comentários

Mais lidas da semana