Pular para o conteúdo principal

Destaques

Criminologia, Jessica Jones e Mulher-Maravilha: Ficar do lado do agressor é sinal de perigo à sociedade – Ben Oliveira

Que dia lindo para servir Karma Coletivo para Diana, Lilith e Nêmesis ao mesmo tempo:  Resistam julgar as pessoas pela aparência. Meus 2 ex-namorados manipuladores se faziam de vítimas e todo mundo ficava ao lado deles e como eu sou porra louca, como Jessica Jones e Malévola, era injustiçado entre quatro paredes e julgado por todos ao redor. Como sou uma vaca, só há duas pessoas com a qual me importo no mundo, minhas duas chamas gêmeas, o resto é indiferente. Ainda assim... Vocês criam cada distorção cognitiva que só por Deus... É muita falta de terapia, autoconsciência, reflexão e bom senso.  Foi você que tava dentro do carro capotado? Foi você que quase morreu? Foi você que teve que recomeçar várias vezes na vida? Foi você que saiu como vilão quando a pessoa era tóxica pra cacete? Não foi. Então, boca fechada, sempre. Opinião só se dá quando é pedida. Sem falar os DELUSIONAIS que ficaram comentando: Que pena, achei que vocês iam casar. Quem quiser casar com ele, passo até o perfil KK

Desejo: Coleção Oficina de Bolso – Terrracota Editora

Que maravilha! Chegou hoje a minha coleção Oficina de Bolso, da Terracota Editora, organizada pelo escritor, designer e Mestre em Linguística, Claudio Brites. São quatro volumes, sendo cada um sobre um tema diferente. Romance, Crônica, Literatura Infantojuvenil e Literatura Pós-Humana.


Os livros trazem citações relacionadas ao tema e é bem prático. A coleção é, literalmente, uma oficina de bolso, ideal para quem não tem tempo, dinheiro pagar um curso bom de escrita criativa e, como eu, que não vive em São Paulo ou outras grandes cidades, e mora longe de onde a maioria dos cursos para escritores são realizados.

Cada edição foi assinada por um profissional diferente, especialista no assunto abordado. A coleção Oficina de Bolso pode ser comprada pelo site da própria Terracota Editora. Os livros foram publicados neste ano e possuem 204 páginas cada volume.

Se você procura base teórica, a coleção não é a mais recomendável. No entanto, o diferencial do livro é justamente este, no Brasil existem muitos livros sobre teoria literária e poucos que abordem a parte prática da escrita literária. Folheei os exemplares e posso dizer que gostei muito, pois uma das melhores formas de aprender a escrever – o que parece óbvio, mas muita gente não faz – é escrevendo. Ter uma boa bagagem cultural é ótimo, mas se você não colocar em prática não vai fazer muita diferença.

Apesar de ainda não ter iniciado as oficinas, para mim foi uma ótima alternativa de continuar aprendendo e praticando a escrita de ficção e a de crônicas. A coleção Oficina de Bolso é um investimento. Ideal para sair da zona de conforto e combater o bloqueio criativo, aprender a colocar as ideias no papel, enfim, os livros trazem vários exercícios reflexivos e práticos.


Outro ponto positivo é a possibilidade de escrever no próprio livro da oficina. Para quem acha difícil até mesmo grifar e fazer anotações no livro, creio que uma boa alternativa é praticar no computador mesmo ou em um caderno.  Não é relevante para o aprendizado da escrita de ficção, mas as capas das oficinas são lindas, coloridas e com ilustrações bacanas. Ao longo dos livros, estão disponíveis algumas ilustrações e mapas mentais, que ajudam o escritor a organizar as ideias.

Preciso registrar que já li vários livros sobre a arte de ficção, nacionais e internacionais, e nenhum deles foi tão prático assim. Deixo os meus parabéns à Terracota Editora. Enquanto não tiver condições financeiras e oportunidades na minha cidade de participar de cursos sobre escrita de ficção e não ficção, ficarei feliz com essa possibilidade de poder praticar em minha própria casa.

Sobre a Coleção Oficina de Bolso:

"Esqueça o trânsito, esqueça a distância, esqueça todas as impossibilidades que não te deixam frequentar uma oficina literária, que não te deixam começar sua empreitada artística. Oficina de Bolso (embora se ajuste melhor a bolsas e mochilas) coloca você em contato direto com a prática criativa de um autor reconhecidamente experiente. Dicas de leitura, exercícios reflexivos e práticos, entre outros conteúdos, compõem esse caderno explosivo que te ajudará a expandir suas possibilidades de criação".

Volume 1 - Esta edição, assinada pela romancista vencedora do Prêmio Saramago, Andrea del Fuego, trata de um dos grandes gêneros da Literatura: o Romance.

Volume 2 - Esta edição, assinada pelo transmídia Luiz Bras, trata da Literatura pós-humana, a ficção científica e não científica, expandindo as irrealidades de nosso presente, de nosso futuro.

Volume 3 - Esta edição, assinada pelo escritor Marcelo Maluf, trata do gênero que mais tem espaço no mercado editorial: literatura para crianças e jovens.

Volume 4 - Esta edição, assinada pelo jornalista Xico Sá, trata de um dos gêneros mais praticados e queridos do Brasil: a crônica.

Sobre a editora – A Terracota surgiu em 2008. Entre publicações e eventos, atualmente foca em livros acadêmicos e literatura contemporânea nacional.

Ficou interessado? Para mais informações, acesse o link da Coleção Oficina de Bolso, no site da Terracota Editora!

Comentários

Mais lidas da semana