Pular para o conteúdo principal

Destaques

Coronavírus: 10 Dicas para lidar com autistas na quarentena

Aproveitando que é Abril (Mês de Conscientização do Autismo) para levar informações que podem ser importantes nesses dias de quarentena e preocupações com o Coronavírus.



10 Dicas para lidar com autistas na Quarentena/Pandemia de Coronavírus:
1) Respeite o espaço pessoal. Não existem dois autistas iguais, mas muitos precisam de um tempo sozinho para recarregar as energias;

2) Não estranhe se agirmos de maneira diferente da idealizada por nao-autistas. Nossos cérebros são diferentes e lidamos com algumas situações de forma diferente. Quem me vê tranquilo nessa semana, não imagina o inferno que passei no ano passado;

3) Para autistas com hipersensibilidade sensorial, as ruas mais silenciosas por causa da quarentena podem ser algo positivo, gerando menos estresse sensorial e mais energia;

4) Reajustar rotinas nem sempre é fácil, mas necessário. Muitos autistas podem entrar em crise quando estão entediados. Vale lembrar que somos todos diferentes. Autistas com TDAH podem ter rotinas bagunç…

Resenha: O Prazer de Ler – Heloisa Seixas

O Prazer de ler, da escritora Heloisa Seixas, como lembra o próprio título, é ideal para quem é apaixonado por livros. A obra foi publicada pela Editora Casa da Palavra, em 2011 e possui 78 páginas.

Capa do livro O Prazer de Ler, Heloisa SeixasUm dos meus trechos favoritos do livro e que vem escrito no texto na contracapa é: “O prazer de ler é, como alguém já disse, um fenômeno parecido com ser inoculado por um vírus. A partir do momento em que isso acontece, não há mais volta. Nunca mais, pelo resto de nossas vidas, conseguiremos ficar sem um livro por perto”.

O livro está dividido em pequenos textos sobre diversos assuntos relacionados à leitura, como a diversão, o livro amado, obras-primas da literatura, romance, clássicos, a importância da crônica aos escritores brasileiros, livrarias, sebos e bibliotecas.

Na última parte do livro, Heloisa faz uma lista de 68 livros que levaria para uma ilha deserta, entre as recomendações literárias a predominância é de literatura inglesa e americana de ficção, no entanto também indica literaturas: francesa, portuguesa, brasileira e outras. As indicações são uma ótima maneira de descobrir porque vale a pena ler tais livros clássicos ou não, de acordo com suas preferências, afinal, a proposta de O Prazer de Ler é estimular a leitura com uma boa dose diversão.

Os amantes dos livros certamente se identificarão com a escrita de Heloisa Seixas, que através de sua relação com a literatura, seja como escritora ou leitora, acaba incentivando a leitura. O Prazer de Ler é um daqueles livros fáceis de ler e práticos, em que sempre que sentir necessidade você pode relê-lo ou procurar as recomendações que deseja. Me identifiquei bastante com a autora, seja naquela sensação boa que grande parte dos leitores sente ao entrar numa livraria, sebo ou biblioteca ou na mania de anotar quais livros leu durante o ano. Já conhecia muitos dos clássicos recomendados e li alguns deles, o desafio agora é ler os que achei interessante e ainda não li.

Para quem gosta de escrita, principalmente de ficção, as dicas de leitura são fundamentais. Afinal, além de escrever e estudar as técnicas de construção de um romance ou conto, uma das principais orientações é a de ler os clássicos da literatura, para melhorar o vocabulário, aumentar a bagagem cultural, sair da zona de conforto proporcionada pelos livros contemporâneos e analisar o estilo dos autores.

Sobre a autora – A escritora carioca Heloisa Seixas é autora de mais de dez livros e foi por três vezes finalista do Prêmio Jabuti (com os livros Pente de Vênus, A Porta e Pérolas Absolutas). Heloisa, que durante dez anos escreveu a coluna “Contos mínimos” na Folha de São Paulo e no Jornal do Brasil, é também autora de um livro de não ficção sobre o mal de Alzheimer, O Lugar Escuro.

Comentários