Pular para o conteúdo principal

Destaques

Behind Every Star: Drama coreano sobre uma agência de artistas e seus bastidores

Para quem tem curiosidade sobre os bastidores do mundo dos profissionais que trabalham com artistas, o drama coreano Behind Every Star mostra como os funcionários de uma agência de celebridades lida com os problemas e perrengues causados pelos famosos representados por eles. Lançado em 2022 , o dorama está disponível na Netflix .  Por trás de toda atuação, há artistas temperamentais em Behind Every Star e cabe aos funcionários tentarem entender seus caprichos, como a quebra de contratos em cima da hora, alguma exigência ou demanda que o artista tenha para participar de determinada produção e até mesmo como eles precisam lidar com seus bloqueios e medos. O dorama nos faz pensar no lado humano por trás dos profissionais, bem como na exaustão física e mental que seus cargos exigem e no medo do julgamento – tão comum e retratado nas produções sul-coreanas.  Além da burocracia do mundo artístico, os agentes também lidam com problemas pessoais entre os profissionais, como divergências entre

Leituras de Junho – 2015

Depois de dois meses de fadiga mental de tanto material que eu tinha para estudar e, literalmente, quase desmaiar... Junho foi um mês mais calmo e tive tempo para compensar a falta que estava sentindo de me jogar na leitura. Foram 17 livros lidos. Confira abaixo a lista de leituras de junho:


Tudo Está no Éter: Independe do que você pensa, aceita ou quer (José Augusto Lopes Sobrinho)

O Demônio da Teoria: Literatura e Senso Comum (Antoine Compagnon)

Coisas Bem Legais Para Ser Muito Feliz (Mr. Wonderful)

Os Devaneios do Caminhante Solitário (Jean-Jacques Rousseau)

Fábulas (Esopo)

Discurso e (Des)Igualdade Social  (Glaucia Proença Lara e Rita Pacheco Limberti)

Triângulo das Águas (Caio Fernando Abreu)

Simplesmente Acontece  (Cecelia Ahern)

Adultérios (Woody Allen)

Fragmentos (Caio Fernando Abreu)

Contos da Realidade (P. J. Cardoso)

Theus: Do fogo à busca de si mesmo (Fabrício Viana)

Quatro Estações (Stephen King)

A Autoestrada (Stephen King)

Natasha (Flavia Andrade)

Fingidores (Rodrigo Rosp)

Monstros Fora do Armário (Flavio Torres)  

Muitos dos livros lidos não foram resenhados para o blog: dos 17, somente 4 foram resenhados... Quem sabe futuramente eu releia alguns deles e preparar algo ou, pelo menos, recomendo as obras em listas literárias. Destaque para Natasha que foi escrito pela minha colega de sala, a escritora Flavia Andrade. Fizemos uma troca de livros... Ela ficou com um exemplar do livro Remetente N.15.

Comentários

Mais lidas da semana