Pular para o conteúdo principal

Destaques

Espectro Autista: Reflexão sobre conscientização do autismo

Vez ou outra eu recebo mensagens de pessoas pedindo ajuda sobre como trazer mais conscientização em lugares nos quais pouco se sabe sobre autismo. Nem toda cidade tem especialista em autismo, isso é um fato que todo mundo que já precisou de um, sabe como é. Minha dica é: compre/arrecade livros ATUALIZADOS sobre o assunto e/ou livros de ficção (com personagens autistas) e/ou livros escritos por autistas. Recomendo firmemente a literatura, já que a leitura trabalha a empatia e fica mais fácil dos neurotípicos entenderem como é estar 'na nossa pele', mesmo que por alguns minutos.


Não vai dar livro desatualizado, que é um desserviço. Já tem muita desinformação no Brasil. Eu poderia fazer uma lista sobre todos absurdos que leio, mas não vou.

Enfim, não dá para fugir da leitura. Infelizmente, muitos conteúdos brasileiros estão defasados, outros logo vão estar por causa das alterações do CID11 do Espectro Autista [só entra em vigor em 2022]. Tem muita coisa boa produzida pela comunid…

Leituras de Junho – 2015

Depois de dois meses de fadiga mental de tanto material que eu tinha para estudar e, literalmente, quase desmaiar... Junho foi um mês mais calmo e tive tempo para compensar a falta que estava sentindo de me jogar na leitura. Foram 17 livros lidos. Confira abaixo a lista de leituras de junho:


Tudo Está no Éter: Independe do que você pensa, aceita ou quer (José Augusto Lopes Sobrinho)

O Demônio da Teoria: Literatura e Senso Comum (Antoine Compagnon)

Coisas Bem Legais Para Ser Muito Feliz (Mr. Wonderful)

Os Devaneios do Caminhante Solitário (Jean-Jacques Rousseau)

Fábulas (Esopo)

Discurso e (Des)Igualdade Social  (Glaucia Proença Lara e Rita Pacheco Limberti)

Triângulo das Águas (Caio Fernando Abreu)

Simplesmente Acontece  (Cecelia Ahern)

Adultérios (Woody Allen)

Fragmentos (Caio Fernando Abreu)

Contos da Realidade (P. J. Cardoso)

Theus: Do fogo à busca de si mesmo (Fabrício Viana)

Quatro Estações (Stephen King)

A Autoestrada (Stephen King)

Natasha (Flavia Andrade)

Fingidores (Rodrigo Rosp)

Monstros Fora do Armário (Flavio Torres)  

Muitos dos livros lidos não foram resenhados para o blog: dos 17, somente 4 foram resenhados... Quem sabe futuramente eu releia alguns deles e preparar algo ou, pelo menos, recomendo as obras em listas literárias. Destaque para Natasha que foi escrito pela minha colega de sala, a escritora Flavia Andrade. Fizemos uma troca de livros... Ela ficou com um exemplar do livro Remetente N.15.

Comentários

Mais lidas da semana