Pular para o conteúdo principal

Destaques

The Puppet Master: Série documental da Netflix traz casos de vítimas de um sociopata vigarista

Para quem está procurando algo intrigante para assistir na Netflix , a série documental The Puppet Master: Hunting the Ultimate Conman apresenta uma daquelas histórias que as pessoas nunca se imaginam acontecendo com elas, até que o pior acontece. Um sociopata manipulador encontra várias presas fáceis, interessado no dinheiro delas, ao mesmo tempo em que conta histórias sem pé nem cabeça para isolá-las dos familiares e dos amigos, em uma jornada marcada pelo medo, fuga e diferentes estratégias de lavagem cerebral. Muitas vezes associada às seitas em uma escala maior, muita gente ainda desconhece os danos que uma pessoa manipuladora pode causar, a ponto de duvidar de si mesmo e da própria sanidade, situação que só piora quando ela é incentiva a cortar todos laços e fica presa num ciclo de total dependência da validação do outro, como se tivesse que pedir permissão até para existir. Quantas pessoas foram vítimas de Robert Hendy-Freegard ? A série documental se foca principalmente em tr

Leituras de Dezembro – 2015

Demorei um pouco para soltar a lista de leituras de dezembro, pois estava viajando e me dei alguns dias de férias. Para quem ficou curioso para saber o que li neste fim de ano e se lembra da minha lista de expectativas de leituras, bom, não consegui ler metade do que havia previsto! Grande parte dos livros que iria ler ficou para janeiro e fevereiro de 2016. Confira abaixo:


A Menina Submersa (Caitlín R. Kiernan)

Contos dos Deuses (Cultura em Letras Edições)

Uma Cama Quebrada (Roberto Muniz Dias)

Se Eu Ficar (Gayle Forman)

Edgar Allan Poe: O Mago do Terror (Jeanette Rozsas)

O Estranho Contato (Kelly Shimohiro)

Branca de Neve e os Sete Zumbis (Fábio Yabu)

Entre as leituras de livros de ficção nacional previstas para janeiro estão: Olho Grego (Paulo Sérgio Moraes), O Pingente de Sangue: As Lendas do Oriente (Leonardo Ottonelli), Dias Nublados (Dany Fran) e Implacável Sedução, Inexorável Solidão (Christian Petrizi).

Minha primeira leitura de 2016 foi Onde Cantam os Pássaros (Evie Wild) e a segunda está sendo O Presente do Meu Grande Amor (Stephanie Perkins org.). Comecei a ler Never Let Me Go (Kazuo Ishiguro) em dezembro, mas acabei deixando para este ano. Assim que tiver mais novidades, compartilho aqui no blog!

Muito obrigado a todos que continuam acessando o blog, comentando e compartilhando. Faz toda diferença, acredite! ;-)

Curta a página do blog: https://www.facebook.com/BlogDoBenOliveira/

Comentários

Mais lidas da semana