sexta-feira, 20 de maio de 2016

Resenha: Menina Má – William March

Menina Má (The Bad Seed) é um desses livros que causou muito impacto na época em que foi escrito e, atualmente, diante de tanta violência na mídia e nas narrativas de diferentes formatos já não provoca tanto espanto, mas não deixa de ser inquietador. A obra literária do escritor William March, de 1954, foi publicada no Brasil pela DarkSide Books, em 2016, com tradução de Simone Campos.


A edição da DarkSide traz uma introdução da crítica literária e escritora norte-americana Elaine Showalter, na qual ela faz um breve levantamento sobre a biografia de William March, fazendo uma ponte com sua criação literária e o contexto em que o livro foi publicado pela primeira vez nos Estados Unidos, ressaltando a forte influência da psicanálise – a qual fica evidente ao longo da trama, na maneira que o autor construiu o romance de suspense.

O romance Menina Má, de 272 páginas, está dividido em 12 capítulos. William March tem um estilo de escrita bem preciso, sem floreios. Algumas das digressões e devaneios fazem parte da tentativa do autor de mostrar a influência da psicanálise na época, mas ao mesmo tempo é como se o autor estivesse zombando da sociedade e do leitor com sua ironia, tentando provar que a maldade nem sempre pode ser vista, especialmente, quando não queremos ver ou aceitar. Por vezes, é possível imaginá-lo mostrando a língua, como Rhoda.

“Sempre houve algo estranho com Rhoda, mas eles ignoraram suas esquisitices, esperando que, com o tempo, ela fosse se tornando mais parecida com as outras crianças. Mas isso não aconteceu”.

O livro gira ao redor de Christine Penmark  e sua filha Rhoda. Logo no primeiro parágrafo sabemos que algo vai acontecer e que Christine está desesperada. Então, o narrador começa a relembrar e narrar tudo o que aconteceu com a mãe da garota, até chegar aquele ponto atormentador em que as coisas já não têm volta.


A narrativa de Menina Má é bem linear, mas costuma saltar pelo passado quando Christine tenta relembrar algo de sua vida ou de sua filha. Depois de ler a introdução de Elaine Showalter, alguns pontos ficam bem evidentes, como a compulsão da pequena Rhoda pelo reconhecimento e a medalha de caligrafia, obsessão que acaba dando origem ao conflito que movimenta a trama e nos leva a mergulhar cada vez mais na personalidade da garotinha. O próprio William March precisou deixar seus objetivos de lado por causa das mudanças de família e da guerra, até finalmente poder se dedicar à escrita.

“Afinal, qual era o problema de Rhoda? Por que ela não agia como as outras meninas da sua idade? Qual era a explicação para aquele estranho comportamento antissocial? Ela pensou no passado, retrocedendo ao começo da vida da menina, esforçando-se para enxergar se falhara em educá-la ou amá-la, tentando encontrar os erros que cometera...”

Embora Christine e outros personagens percebam que há algo diferente em Rhoda, a garotinha foi educada de maneira a tentar parecer meiga e consegue disfarçar e mentir com tanta naturalidade que sua carinha de anjo até engana algumas pessoas... Mas bastam alguns instantes por perto da menina, para que ela comece a revelar como realmente é e que por trás de sua maturidade e distanciamento sobre as coisas se esconde um segredo de família.

Seria Rhoda uma semente do mal? Poucos livros exploram personagens infantis como vilões, especialmente se são garotinhas – a maioria dos livros de thriller aposta em psicopatas homens. Com a morte de um garoto do colégio que ganhara a medalha que a filha tanto queria, Christine começa a perceber que a tragédia parece estar sempre por perto de sua filha nos últimos tempos, o que a faz prestar mais atenção e investigar sobre o assunto.

“Parecia-lhe que sua filha, como se pressentisse que algum fator de corpo ou de alma a separava dos seus semelhantes, tentava acobertar essa diferença simulando os valores que os outros de fato prezavam. Porém, como não havia nada de espontâneo em seu coração para orientá-la, ela precisava usar como substitutos o raciocínio, a ponderação, a experimentação, para apenas assim ir tateando e descobrindo, às cegas, o caminho para melhor arremedar as mentes e as intenções de seus modelos”

Quanto mais Christine investiga sobre o comportamento de Rhoda, mais somos levados às perguntas inquietantes e situações que tiram a mulher de si. A maneira que William March amarra as pontas do livro nos leva por reviravoltas surpreendentes e um final pra lá de irônico.


Menina Má (The Bad Seed) foi adaptado para um espetáculo da Broadway em 1954 e ao cinema em 1956, cuja tradução brasileira do filme é Tara Maldita, dirigido por Mervyn LeRoy. A obra de William March impressiona pela frieza da personagem, pelos conflitos ao longo da narrativa e pela tragédia. As questões psicológicas lançadas ao longo do romance levam o leitor a uma deliciosa viagem sobre a perversidade humana, mesmo após chegarmos até a última página e fecharmos o livro. Embora March não possa ter desfrutado do sucesso do seu livro, o que parece a sina do escritor, onde quer que ele estivesse, é difícil não pensar nele se divertindo com o espanto dos leitores e abrindo o seu sorrisinho de menino  mau.

Sobre o autor – William March nasceu William Edward Campbell, em 1893, na cidade de Mobile, Alabama – foi o segundo filho e o primeiro menino de uma família com onze crianças. Saiu de casa aos 16 anos, após sua família se mudar para uma cidadezinha madeireira e ele ser forçado a deixar a escola para trabalhar como arquivistas. Nos anos seguintes, March ingressou na Faculdade de Direito da Universidade do Alabama, antes de se mudar para Nova York em 1916 e se alistar na Marinha, durante a Primeira Guerra Mundial. Em 1918, ferido na frente de batalha na França, deixou o serviço militar com as condecorações Distinguished Service Cross, Navy Cross e Croix de Guerre.

Após o fim da guerra, começou a trabalhar para a transportadora Waterman, emprego em que permaneceu por dezoito anos. Em 1933, publicou seu primeiro romance, Company K, inspirado em sua experiência de guerra. Depois de um colapso nervoso que sofreu enquanto trabalhava na Alemanha, March retornou a Nova York e escreveu cinco livros ao longo de onze anos: Come in at the Door (1934), The Tallons (1936), Some Like Them Short (1939), The Looking-Glass (1943) e Trial Balance (1945). Em 1946, ganhou confiança suficiente para largar o trabalho e se concentrar na escrita em tempo integral.

Pouco depois, March sofreu um colapso ainda mais severo, passando seis meses em um sanatório no Sul dos EUA. Em 1950, havia se mudado para New Orleans e estabelecido uma vida mais estável e tranqüila. Quando Menina Má, universalmente reconhecido como seu trabalho mais refinado, foi publicado em abril de 1954, March já estava bastante doente. Morreu de um ataque cardíaco pouco tempo depois, no dia 15 de maio de 1954, não podendo desfrutar do significativo sucesso do seu livro.

Este livro foi enviado pela DarkSide Books, editora parceira do Blog do Ben Oliveira, para que eu pudesse ler e resenhar para vocês.

E você, já leu Menina Má? Tem curiosidade? Comente!


52 comentários:

  1. Você também notou o grande enfoque psicanalítico do livro né, Ben? Também senti uma crítica muito forte do autor à sociedade, tanto que aquelas picuinhas do zelador refletiam o desprezo do autor pela hipocrisia do mundo. Muito boa sua resenha. E espero que a DarkSide continue trazendo essas maravilhas pra gente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ronaldo! Adorei o livro. Creio que o autor foi irônico do início ao fim, mostrando a influência da psicanálise na época, mas ao mesmo tempo debochando... Também penso que grande parte da crítica social vinha dele como escritor e o desprezo que, muitas vezes, a sociedade tem dos artistas – além de ser resmungão. Eu diria que é possível notar várias nuances do escritor nos personagens.
      Abraços

      Excluir
  2. Prometo que virei aqui mais vezes. Suas resenhas são sempre incríveis, tão bem escritas e instigantes! Eu fiquei especialmente curiosa para saber o final e, claro, me chamou atenção o enfoque psicanalítico!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Michele! Muito obrigado. É sempre bom ter você por aqui e saber que você gosta das minhas indicações de leitura.
      Depois volte para contar o que achou do livro!
      Beijos

      Excluir
  3. Adoraria ganhar esse livro porque além de fã assumida da Dark Side, sou fascinada por histórias e relatos de psicopatas e seriais killers, e essa obra incrível infelizmente ainda não consta na minha coleção! Além disso, sua resenha está incrível e me aguçou ainda mais a vontade de ler ''Menina má''. Se ainda não vi o filme, super vale a pena também! Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Isadora!
      Muito obrigado por participar do sorteio. Não se esqueça de deixar o e-mail ou um comentário lá no blog, para eu te localizar, caso você seja a ganhadora do sorteio.
      Abraços!

      Excluir
    2. Oi Ben! Olha só que desatenção a minha, obrigada por ter lembrado: isadoracotrim@yahoo.com.br

      Excluir
  4. Muito boa a resenha, o filme é muito bom, quando vi gostei bastante, foge um pouco da mesmice de psicopatas homens, como foi escrito na resenha, mas foge um pouco mais por não ser um adulto e sim uma criança!!! Além da boa história temos o capricho da DarkSide Books, até hoje não li nenhum livro ruim e também nenhum livro com arte e acabamento a desejar, todos são impecáveis!!! Esperando a sorte para o sorteio agora.
    roanferreir@msn.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ben! Como sempre, ótima resenha. Se tem uma coisa que me chama a atenção em Menina Má é justamente ter sido o livro que inspirou tantos personagens e ícones do terror e até mesmo da cultura pop. Eu adoro saber de onde vêm essas referências e fiquei feliz ao saber que a DarkSide estava trazendo esse clássico para nós, leitores. Sendo assim, tá aí o motivo de eu merecer ganhar o exemplar do sorteio! ;)

    Bom, mas falando da tua resenha mesmo agora... É tão instigante histórias que falam sobre personagens com o psicológico bagunçado, né? A gente, como leitor, fica doido tentando entender algo que não tem explicação, e isso é o máximo! Uma das coisas que não pude evitar fazer depois de ler sua resenha, foi fazer um comparativo do drama da mãe de Rhoda com a Norma Bates, da série Bates Motel. Não sei se você assiste, mas ela vive o dilema de tentar lidar e acobertar as perversidades do filho psicopata. É trágico, não é?

    Bom, vou ficar torcendo aqui para ganhar e poder ter a experiência da leitura da obra. Um grande beijo!

    Meu e-mail: cjessferreira@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uau, Jéssica! Que comentário maravilhoso. Gratidão por tirar um tempo para ler a resenha de Menina Má e participar do sorteio do livro. O mais legal da DarkSide é essa possibilidade de fazer uma ponte entre seus livros. Da mesma forma que dá para fazer essa ligação com Psicose (também publicado por eles), dá para fazer com Fábrica de Vespas (estou super ansioso para ler este livro).
      Boa sorte!
      Gratidão pela visita.

      Excluir
  6. Gostaria de ganhar esse livro porque sou apaixonada pela darkside, e a sinopse do livro e a premissa da história é o estilo de história que adoro ler. Tirando que depois que li a sua resenha estou enlouquecida por esse livro!
    E.mail: nana.myv@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mariana!
      A premissa de Menina Má é muito boa. Espero que você goste, caso venha a ganhar o sorteio ou acabe comprando o livro.
      Abraços e boa sorte!
      Gratidão por participar do sorteio ♥

      Excluir
  7. Oi Ben! Quero ganhar o livro Menina Má pois quero aumentar minha coleção de livros da DarkSideBooks e também por ficar curiosa depois de ler sua resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jana!
      Sou suspeito, né? Adoro os livros da DarkSide Books!
      Obrigado por participar do sorteio. Boa sorte! ♥

      Excluir
  8. Oi Ben, quero ganhar o livro porque amo histórias com todo esse enfoque na esfera psicológica das personagens, acho que isso faz toda a diferença quando leio um livro!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Michele!
      Muito obrigado por participar do sorteio. Também adoro livros que focam nestas características psicológicas dos personagens. Dá sempre para aprender mais sobre os outros e nós mesmos.
      Abraços. Boa sorte! ♥

      Excluir
  9. Gosto do trabalho da DarkSide e mais ainda pelo fato de eles desenterrarem classicos dos tempos da vovó e mostrar-nos que pra se assustar não existe época. Esse clássico eu nem era nascida e já deixava muita gente de cabelos em pé!!!
    Sim!! Eu quero ganhar o livro torcendo!
    Nizete Ribeiro
    Cia do Leitor
    nizeteribeiro@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nizete!
      Muito bom esse trabalho de resgatar obras, principalmente algumas que ainda não tinham sido traduzidas para o português.
      Gratidão por participar do sorteio. Boa sorte! ♥

      Excluir
  10. Sou psicóloga, preciso ler esse livro p/ ontem!
    Qd vc citou psicanálise então S2! As psicopatias são áreas mto interessantes de se estudar, claro estudar e não vivenciar...

    Os livros da darkside são amor!!

    Participando e querendo ganhar mto!

    Bruna Costenaro: bruheadbanger@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bruna!
      Fico feliz em saber que você ficou interessada na temática do livro ♥ Já vou dar outra dica de leitura, então: Fábrica de Vespas, também da DarkSide. Saiu post no blog: http://www.benoliveira.com/2016/08/darkside-books-divulga-capa-do-livro-fabrica-vespas-iain-banks.html

      Boa sorte! ♥
      Gratidão por participar do sorteio.

      Excluir
  11. Não acredito que está sorteando esse livro Ben!!! Sua resenha tá incrível, parabéns! Só me atiçou ainda mais a curiosidade por esse livro. Então eu tenho que tentar a sorte, se ela não vir eu compro mesmo assim... hehe

    E-mail: matheusfpm@yahoo.com.br



    Leitor Noturno e Coisas de Um Leitor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Matheus!
      É muito bom te ver por aqui. Fico feliz que tenha gostado da resenha do livro. As suas estão cada vez melhores!
      Abraços e boa sorte =)

      Excluir
  12. Muito curiosa pra ler esse livro! Me fez lembrar de Precisamos Falar Sobre Kevin...

    ResponderExcluir
  13. Ben sempre trazendo ótimas resenhas para os leitores! Ainda não assisti o filme, então estou entrando na disputa para saber da história primeiramente pelo livro! Abraço! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Drika!
      Muito obrigado por participar do sorteio. Acredita que também não assisti ao filme? Preciso tirar um tempo para assistir.
      Gratidão. Boa sorte! ♥

      Excluir
  14. Pq devo ganhar esse livro?
    Simples, vou lhe dar 5 motivos para esse livros me pertencer:
    1 - Pq DarkSider é a melhor!! Todo o design trabalhado, capa dura, próprio marcador em cetim, é tipo, está chamando por mim (Chamando muitos leitores, mas o comentário é meu, então só existe eu)
    2 - Vc já viu a sinopse desse livro?! É foda!! "A crueldade escondida na inocência da pequena Rhoda Penmark serviria de inspiração para personagens clássicos do terror, como Damien, Chucky, Annabelle, Samara, de O Chamado, e o serial killer Dexter." É fascinante.
    3 - Nunca ganhei nenhum sorteio (Claro, muitos não ganharam, mas francamente chegou a minha vez de ganhar unzinho)
    4 - E essa temática, sempre gostei dessas literaturas que mexem com o nosso psique, fazendo nos questionar diversas vezes e buscar além do que está escrito no romance.
    5 - Você se tornou responsável por me fazer querer ainda mais ele, cara, que resenha! Atiçou minha curiosidade. Parabéns Ben!
    Obs! Dias das crianças está chegando e seria um belo presente adiantado, afinal qual leitor não tem aquela criança que ama viajar pelos os mundos que a literatura.

    leonardo.glaudson@outlook.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Glaudson!
      Gratidão por tirar um tempo para escrever esse comentário generoso! Concordo contigo. Os projetos gráficos da DarkSide são maravilhosos. Não deixam a desejar. A premissa de Menina Má é instigante mesmo.
      Boa sorte!
      Dedos cruzados \o/ O Dia das Crianças está chegando. Até lá pode ser que rolem outros sorteios por aqui =)
      Abraço

      Excluir
  15. Preciso ganhar este livro por vários motivos, todos envolvendo a namorada. DarkSider é a editora favorita dela, as capas da editora são sensacionais, Menina Má é realmente um livro muito ligado com psicanálise, área de fascínio dela... simplesmente adora compreender a mente dos personagens.

    Email: Felipeefmoreira@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Felipe!
      Boa sorte, então. Dedos cruzados para que sua namorada fique feliz \o/ Menina Má possibilita uma análise interessante sobre o comportamento dos personagens e principalmente de Rhoda.
      Abraço

      Excluir
  16. Oi Ben!
    Assim como todos os livros da Darkside, Menina Má já me conquistou logo de cara pela capa. Essa em especial é maravilhosa <3
    Mas sobre o livro, fiquei super animada para ler a história, descobrir os segredos, o que se passa pela cabeça de Rhoda e pelo final (que me deixou super curiosa por você ter comentado ser bem surpreendente e irônico).
    Gostei de conhecer a história do autor, só tenho um medinho de como o livro é um pouco antigo, a linguagem ser um pouco mais difícil.
    E que pena que ele morreu sem ver o sucesso que o livro se tornou :/ Porém sua obra continua conquistando cada vez mais leitores e espero ser um deles em breve!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. opaaaa quase esquecendo o e-mail *cruzando os dedos*
      joice-alano@hotmail.com

      Excluir
    2. Oi, Joice! Pode ficar tranquila em relação à linguagem. Acho que só teria muita diferença caso o livro fosse uma tradução da época. Está bem tranquilo de entender Menina Má.
      Gratidão por tirar um tempo para participar do sorteio. Boa sorte! Dedos cruzados
      Beijos ♥

      Excluir
  17. Eu quero ganhar este livro desde que vi o gif de divulgação da Dark Side no meu e-mail. Quer ganhar por causa dessa capa linda, dessa sinopse maravilhosa e por causa dessa resenha incrível que me deixou ainda mais curiosa.
    liviamsantana@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lívia!
      A DarkSide sempre capricha nas divulgações de livros novos ♥ Fico feliz que tenha gostado da resenha do livro. Dedos cruzados e boa sorte. Quem sabe você não ganha Menina Má?
      Abraços

      Excluir
  18. Só a capa já diz tudo, quero ganhar esse livro, preciso ler...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Walter!
      Boa sorte no sorteio. Só faltou deixar o e-mail!
      Mas caso seja sorteado, tento entrar em contato pelo Google Plus.
      Abraço

      Excluir
  19. Eu ainda estou procurando quem não gostou desse livro. :D
    quero ganhar esse livro pois amo esse tema, ainda um tabu na sociedade.
    Raiza Santos
    raiza.ss@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Iza!
      Fico feliz que tenha se interessado por Menina Má. Gratidão por passar por aqui e participar do sorteio.
      Te desejo boa sorte!
      Beijos

      Excluir
  20. Ótima resenha... esse livro é incrível por um fato tão clichê e ao mesmo tempo inovador e atual, acho que não importa a época, esse livro sempre terá um toque de "atual" pq o que pode existir de mais atual do que a perversidade humana? Enquanto existirem pessoas existirá a perversidade... é realmente um livro incrível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Raíssa!
      Muito obrigado por teu comentário. Realmente, alguns assuntos não envelhecem. Menina Má é um desses livros que continua nos fazendo pensar sobre os limites do ser humano.
      Boa sorte no sorteio!
      Abraços

      Excluir
  21. Porque todo mundo diz que dentro de cada mulher sempre haverá uma menina. A minha... é má.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luciene!
      Muito obrigado por participar do sorteio do livro Menina Má. Dedos cruzados e boa sorte ♥

      Excluir
  22. Quero muito ganhar porque a fama deste livro está maravilhosa... Fora as resenhas que deixam a gente maluca de já ter começado! Torcendo pra ter esse tutorial de menina má! kkk
    jdrsdb@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jessica!
      Hahaha Boa sorte. Muito obrigado por participar. Dedos cruzados ♥
      Escolinha de menina má da DarkSide.
      Abraços

      Excluir
  23. Vim aqui prestigiar, Ben.
    Notei a enorme quantidade de comentários. Difícil competir aqui, mas tentaremos ganhar esse livro.
    Abraços carinhosos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Evelyn!
      Sempre bom te ver por aqui ♥
      Boa sorte \o/ Dedos cruzados.
      Abraços retribuídos

      Excluir
  24. Quero ganhar esse livro no sorteio!
    Meu email é contatofelipedamazio@gmail.com!
    Aliás, ótima resenha.
    Estou mais e mais interessado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Felipe!
      Muito obrigado pela visita. Fico feliz que tenha gostado da resenha. Te desejo boa sorte! Menina Má é um livro delicioso de ler.
      Dedos cruzados. :)

      Excluir
  25. Quero ganhar Meniná Má porque amei sua resenha e já entrou para a lista de desejados! ♥

    - minhasecretapoesia@gmail.com

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Karen!
      Fico muito feliz em saber que você gostou da resenha do livro, significa bastante pra mim. Gratidão por tirar um tempo para participar do sorteio de Menina Má. Te desejo boa sorte! ♥
      Abraços

      Excluir
  26. Eu quero!
    Quero ganhar "Menina Má" por ter gostado da sua resenha e para aumentar minha coleção de livros da DarkSideBooks!

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários Recentes

Me acompanhe no Instagram