Pular para o conteúdo principal

Destaques

Sobre rabiscos e telas brancas

A tela branca pode ser um convite à explosão criativa ou uma tortura ao artista que sente seu espírito definhando diante da pesada realidade. Em tempos de crise e ódio, a arte fica esquecida e é vista como desimportante; ironicamente, é quando mais precisamos dela, de algo que nos faça sentir vivo e toque as partes atordoadas.


O som dos dedos se movendo pelo teclado era como fantasmas de uma vida distante. É incrível perceber quantas vezes nós deixamos algumas partes nossas morrerem ao longo de nossas existências; as máscaras, antes tão confortáveis, agora incomodam e não nos servem mais. Leva tempo até ficarmos satisfeitos e ajustados à nova realidade. Viver é admitir que sabemos pouco sobre nós mesmos e há sempre algo novo que pode nos transformar, seja para o bem ou para o mal.

O artista encara a tinta respingando pela tela. Para o espectador sem intimidade, nada faz sentido, a desconexão de ideias é tormentosa; para ele, o lembrete de que sua arte nunca o abandonaria. Como poderia…

Concurso de contos com temática gay recebe textos até o dia 1º de julho

A editora Escândalo está recebendo textos de escritores, estreantes ou não, com a temática LGBT, para o seu Concurso de Contos Homossilábicas Vol.3 até o dia 1º de julho de 2013. Os contos serão avaliados por autores publicados pela editora e por convidados.
Capa do livro Homossilábicas Volume 2, lançado pela
 Editora Escândalo. Foto: Divulgação.

Os autores que tiverem os seus contos selecionados serão convidados a participar da edição do livro em regime cooperativado, podendo escolher três opções  para aquisição de exemplares com custo reduzido.

Não importa se é ficção científica, fantasia, terror, drama, romance, comédia, os contos devem abordar o universo gay – LGBT, tendo o escritor a possibilidade de usar sua imaginação, já que o tema livre.

No começo de Junho, aconteceu em São Paulo, no Telstar Hostel, o lançamento do livro Loveless – coletânea de contos da Editora Escândalo. A obra surgiu de um concurso de contos lançado pela editora, cujos 12 autores com seus textos selecionados participaram e os que publicaram um conto pela primeira vez, como eu, se emocionaram ao ver o livro.

Para quem não é totalmente seguro em relação ao texto, o meu conselho é: não deixe de participar, você pode se surpreender. Quando participei do concurso sobre Loveless, o desafio era contar uma história sobre o mundo gay, cujo foco principal não fosse o amor, por isto o nome do livro.

Participar do concurso da editora Escândalo é fácil, basta ler o regulamento na íntegra e seguir as orientações. Se você gosta de escrever estórias gays, mas assim como eu, enfrentou dificuldades para conseguir publicá-las em uma editora mais tradicional, este concurso de contos pode ser uma boa oportunidade para se arriscar.

Os concursos literários e antologias são uma ótima maneira de ajudá-lo a ganhar mais experiência, confiança, estabelecer uma relação com uma editora, conhecer outros autores, trocar ideias, tirar dúvidas e se aprofundar cada vez mais na escrita literária.

Já enviei os meus contos e estou com os dedos cruzados! E você, também vai participar?

Se tiver interesse, acesse o site da Editora Escândalo e confira o regulamento do Concurso de Contos Homossilábicas Vol.3

Comentários

Mais lidas da semana