Pular para o conteúdo principal

Destaques

Autismo: Asperger jornalista e o silenciamento sobre tratamentos falsos e perigosos

Desde que algumas pessoas descobriram que além de autista/Asperger, sou jornalista, elas me bloquearam e/ou fecharam o perfil para mim. Meu radar dificilmente falha.


Se eu souber de envolvimento com tratamentos falsos, eu não vou ficar em silêncio.

Estou conscientizando para que os familiares façam a parte deles e denunciem profissionais antiéticos, mas se as pessoas se omitirem, quebrarei mais silêncios.

Quando falamos de tratamentos falsos, as pessoas imaginam coisas 'básicas'. O que elas não imaginam são crianças sendo torturadas e morrendo nas mãos de profissionais irresponsáveis e pais que não pesquisaram o suficiente sobre o assunto e foram enganados.

Estão avisados. Nunca escondi minhas intenções. Sou transparente. E não sou o único lutando contra o charlatanismo. Nem todo mundo se posiciona publicamente. Não quer dizer que não estejam de olhos abertos.

Há muita sujeira embaixo do tapete. Profissionais charlatões palestrando em eventos de autismo: algo totalmente contrá…

Homossexualidade e Homofobia devem ser discutidas em sala de aula

A revista Filosofia: Ciência e Vida traz em sua edição nº 83, de Junho de 2013, um encarte para professores sobre a homossexualidade e a homofobia, e como esses assuntos podem ser abordados com os seus alunos dentro da sala de aula.

O encarte traz um artigo sobre o crescimento da homofobia, trazendo uma série de informações, conhecimentos, atividades e exercícios que podem ser propostos aos alunos, contribuindo desta forma para desmistificar algumas questões sobre a homossexualidade.

Escrito com a curadoria da graduada em Filosofia, Carolina Desoti e do professor, roteirista, redator e produtor cultural, Victor Costa, segundo o encarte, o conhecimento elimina barreiras, ajudando na integração e eliminação de diferenças, portanto é importante discutir e ensinar a não violência nas escolas.

Ana Augusta Carneiro abordou a heteronormatividade em um dos artigos publicados no encarte, definindo-a como "a crença dos heterossexuais em determinar sua orientação sexual, não só como predominante, mas também como uma possibilidade unânime absoluta".

Assuntos polêmicos e essenciais são comentados na revista, como o casamento gay, a adoção por casais do mesmo sexo, inseminação artificial, o sexo exclusivamente para procriação, crimes de ódios, o respeito pelo outro e a igualdade de direitos.

Vale a pena conferir a revista Filosofia: Ciência e Vida não só pelo encarte sobre a homofobia em sala de aula, como também pelas entrevistas, artigos, textos críticos e sugestões de leitura relacionados à filosofia, literatura, artes, sociologia, psicologia e educação. Uma ótima maneira de compreender melhor a sociedade em que vivemos.

Comentários

Mais lidas da semana