Pular para o conteúdo principal

Destaques

The Puppet Master: Série documental da Netflix traz casos de vítimas de um sociopata vigarista

Para quem está procurando algo intrigante para assistir na Netflix , a série documental The Puppet Master: Hunting the Ultimate Conman apresenta uma daquelas histórias que as pessoas nunca se imaginam acontecendo com elas, até que o pior acontece. Um sociopata manipulador encontra várias presas fáceis, interessado no dinheiro delas, ao mesmo tempo em que conta histórias sem pé nem cabeça para isolá-las dos familiares e dos amigos, em uma jornada marcada pelo medo, fuga e diferentes estratégias de lavagem cerebral. Muitas vezes associada às seitas em uma escala maior, muita gente ainda desconhece os danos que uma pessoa manipuladora pode causar, a ponto de duvidar de si mesmo e da própria sanidade, situação que só piora quando ela é incentiva a cortar todos laços e fica presa num ciclo de total dependência da validação do outro, como se tivesse que pedir permissão até para existir. Quantas pessoas foram vítimas de Robert Hendy-Freegard ? A série documental se foca principalmente em tr

Homossexualidade e Homofobia devem ser discutidas em sala de aula

A revista Filosofia: Ciência e Vida traz em sua edição nº 83, de Junho de 2013, um encarte para professores sobre a homossexualidade e a homofobia, e como esses assuntos podem ser abordados com os seus alunos dentro da sala de aula.

O encarte traz um artigo sobre o crescimento da homofobia, trazendo uma série de informações, conhecimentos, atividades e exercícios que podem ser propostos aos alunos, contribuindo desta forma para desmistificar algumas questões sobre a homossexualidade.

Escrito com a curadoria da graduada em Filosofia, Carolina Desoti e do professor, roteirista, redator e produtor cultural, Victor Costa, segundo o encarte, o conhecimento elimina barreiras, ajudando na integração e eliminação de diferenças, portanto é importante discutir e ensinar a não violência nas escolas.

Ana Augusta Carneiro abordou a heteronormatividade em um dos artigos publicados no encarte, definindo-a como "a crença dos heterossexuais em determinar sua orientação sexual, não só como predominante, mas também como uma possibilidade unânime absoluta".

Assuntos polêmicos e essenciais são comentados na revista, como o casamento gay, a adoção por casais do mesmo sexo, inseminação artificial, o sexo exclusivamente para procriação, crimes de ódios, o respeito pelo outro e a igualdade de direitos.

Vale a pena conferir a revista Filosofia: Ciência e Vida não só pelo encarte sobre a homofobia em sala de aula, como também pelas entrevistas, artigos, textos críticos e sugestões de leitura relacionados à filosofia, literatura, artes, sociologia, psicologia e educação. Uma ótima maneira de compreender melhor a sociedade em que vivemos.

Comentários

Mais lidas da semana