Pular para o conteúdo principal

Destaques

Documentário da Netflix aborda caso Elisa Lam e histórico mórbido do Cecil Hotel

Dependendo da sua idade e do quanto você é ligado às notícias e ao mundo online, é bem provável que você tenha ouvido falar sobre o caso da Elisa Lam , uma canadense descendente de chineses que  viajou para os Estados Unidos e morreu em um hotel de Los Angeles . O caso polêmico na época foi explorado na série documental Cena do Crime – Mistério e Morte no Hotel Cecil (Crime Scene: The Vanishing at the Cecil Hotel) , dirigido pelo norte-americano Joe Berlinger e distribuído pela Netflix , em 2021. Em quatro episódios, de forma linear, é contada a história de como Elisa Lam foi parar no Cecil Hotel e um pouco de sua personalidade no mundo digital e afinidade com o Tumblr. Importante mencionar que o documentário não traz entrevistas com os familiares de Elisa Lam. Se nem os próprios familiares conhecem a fundo uma pessoa, me pergunto por que há tantas pessoas aleatórias na internet e fãs de teorias da conspiração que se sentem no direito de dizer que algo poderia ou não ter acontecido. 

72 Horas de Jornalismo terá segunda edição


Na próxima semana, nos dias 1º a 3 de agosto de 2012, o curso de Jornalismo da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) realizará em Campo Grande (MS) a 2ª edição do "72 Horas de Jornalismo - Observar, Fazer, Pensar". Durante o evento, os acadêmicos de jornalismo, publicidade e design visitarão diferentes empresas de comunicação jornalística da cidade.

Visita ao Correio do Estado na primeira edição do 72 Horas de Jornalismo.

O evento funcionará de forma semelhante ao realizado no ano passado. O primeiro dia do 72 Horas de Jornalismo é voltado a observação dos estudantes, na qual eles acompanham as atividades realizadas na empresa de comunicação selecionada; No segundo dia é realizada a produção de conteúdo em diferentes mídias, de acordo com a visita ao veículo de comunicação e mídia selecionada, como impresso, online, TV ou rádio; no último dia alguns profissionais visitam a universidade, conhecem os produtos jornalísticos e debatem o jornalismo.

Em 2011 participei do evento como monitor de uma visita ao Correio do Estado, o maior jornal impresso do Mato Grosso do Sul e produzi diferentes reportagens para uma edição especial do jornal-laboratório Em Foco sobre o evento.

Confira os posts da edição passada:

Os encontros e desencontros da vida jornalística 


Jornalista Oswaldo Ribeiro conta sobre pioneirismo da extinta rádio CBN em MS

Estudantes de jornalismo da UCDB visitam Correio do Estado 

A prática da TV na Guanandi

Análise dos conteúdos produzidos e palestras - 3º Dia do '72 Horas de Jornalismo'

Produção de conteúdo online - 2º Dia do '72 Horas de Jornalismo'

Produção de conteúdos jornalísticos - 2º Dia do '72 Horas de Jornalismo'

Palestras encerram o '72 Horas de Jornalismo' 

Comentários

Mais lidas da semana