Pular para o conteúdo principal

Destaques

Happy Old Year: Filme explora a linha tênue entre o desapego e a nostalgia

O filme tailandês Happy Old Year , de 2019, nos faz pensar sobre as relações que construímos com as coisas que guardamos ao longo da vida. Com direção e roteiro de Nawapol Thamrongrattanarit, a obra está disponível na Netflix. Chutimon Chuengcharoensukying interpreta Jean, uma mulher que deseja fazer um escritório em sua casa, mas se dá conta de que há uma pilha de objetos inutilizados pela casa. Interessada e inspirada pelo minimalismo, se dependesse só dela, ela colocaria tudo em sacos de lixo e jogaria fora, o que ela descreve como buracos negros, porém, à medida que ela coloca o seu plano em ação, Jean percebe que não será tão fácil como imaginava. Com a resistência da família a mudar, Jean encara de frente sua missão, doa em quem doer. O que deveria ser fácil e prático para ela, cuja necessidade é vista até mesmo como egoísmo, acaba se desdobrando em várias situações, fases e etapas conforme ela mergulha nas histórias, memórias e emoções que estão vinculadas aos objetos, especialm

Novidades: Fora do Armário e Planos de Outubro

Chegou hoje pelo correio o livro Fora do Armário, do escritor e jornalista Occello Oliver, publicado em 2012, pela Metanoia Editora. Já ouvia falado da obra, o autor inclusive abordou de forma breve sobre ela na entrevista realizada aqui no blog.

Livro Fora do Armário, Occello Oliver

Leia: Entrevista com Occello Oliver

Sinopse de Fora do Armário: Nesta obra o autor procura falar sobre fatos, lugares, pessoas, atitudes, valores, sentimentos, dentre outros ingredientes que formam a cultura gay de uma grande metrópole e que podem ser um ponto de partida para aprender, compreender ou debater sobre diversidade sexual, inclusão, aceitação e direitos humanos.

Outros livros do autor resenhados para o blog: As 7 Cores que Amei e Censurado: Sexo, Taras e Fetiches

Por maior que seja a minha curiosidade, ainda não tenho ideia de quando vou começar a ler, pois este mês está sendo bem corrido: 

– Estou lendo Rani e o Sino da Divisão, do Jim Anotsu. E em seguida pretendo ler A Linha Tênue, do Rubem Cabral e Os Céus de Van Gogh, do Thiago da Silva Prada: Minha preferência é pelos livros das editoras parceiras do Blog do Ben Oliveira;

Divulgação Remetente N15 no Facebook
– Ajudando na divulgação do projeto do livro Remetente N15 (#RN15): Para ajudar, basta acessar o link do Catarse: http://www.catarse.me/pt/n15 e reservar o seu exemplar por R$ 30. Assim que o livro for publicado, você vai recebê-lo em sua casa.

– Escrevendo o meu romance. Já passei da metade do livro, porém com tanta ansiedade e leituras pendentes, estou caminhando lentamente. Um ponto importante: Já sei como a história vai terminar, o que é muito bom quando o começo já está escrito e o fim definido, podendo ligar uma ponta até a outra, sem me perder.

– Além do RN15, também divulguei nestes dias duas novidades literárias: Meu conto O Assassino da Floresta foi selecionado para o livro Luz e Escuridão, da Editora Buriti e o livro Escritores Perguntam, Escritores Respondem: A nova literatura brasileira em debate, com organização do Fabio Shiva que será publicado pela Caligo Editora.

– Participando de um curso de Produção Editorial, ministrado pela Laura Bacellar.

Bom, é isso... Obrigado a todos vocês que têm acompanhado o blog para ler as resenhas de livros, entrevistas com escritores, documentários, dicas de filmes e novidades de séries. Meu agradecimento especial a quem está por dentro dos passos que estou dando na Jornada do Escritor. Os desafios e sacrifícios são muitos, mas as vitórias fazem todo o esforço valer a pena.

Comentários

Mais lidas da semana