terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

12 Livros da DarkSide Books que serão lançados em 2018

Algumas editoras sabem como surpreender e cativar seus leitores. A DarkSide Books é uma delas. Através de suas redes sociais, especialmente do Twitter, a editora anunciou quais seriam os seus lançamentos para 2018 por meio de dicas e interatividade. O ano estará repleto de livros para quem gosta das histórias que já foram publicadas pela caveirinha.


Um dos pontos que mais admiro na DarkSide Books é como eles conseguem construir uma forte relação em seu catálogo e marketing, sem deixar o leitor de fora dessa equação. Um livro puxa o outro e é possível fazer várias relações intertextuais. Quem gosta de um dos livros publicados pela DarkSide, dificilmente não sentirá vontade de comprar outro, seja porque sente afinidade pela temática, porque de alguma forma está conectado com as outras obras e ajuda a compreender mais esse universo literário ou porque ficou encantado pelos projetos gráficos.

Além dos livros de terror e de fantasia, a editora também está apostando em histórias ilustradas. A lista não inclui todos os lançamentos de 2018. É provável que a editora publique mais graphic novels – como não tenho tanto conhecimento sobre histórias ilustradas, optei por não adicionar aqui. Somente os três primeiros livros da lista trazem a sinopse oficial divulgada pela editora DarkSide Books. As outras sinopses ou são traduzidas, ou são de outras edições dos livros. Também foi anunciada a publicação de um livro do Neil Gaiman, mas ainda não tenho mais informações.

Encontre os livros já publicados pela editora : http://amzn.to/2t2Krzp

Confira quais livros da DarkSide Books serão lançados em 2018:


A Guerra que me Ensinou a Viver (Kimberly Brubaker Bradley)


O livro é a continuação de A Guerra que Salvou a Minha Vida, um dos livros publicados pelo selo Dark Love, voltado para a publicação de escritoras. O lançamento do livro A Guerra que me Ensinou a Viver está previsto para o dia 26 de fevereiro de 2018. 

Confira a sinopse: Após uma infância de maus-tratos, Ada finalmente recebe o cuidado que merece ao ter seu pé operado. Enquanto tenta se ajustar à sua nova realidade e superar os traumas do passado, ela se muda com Jamie, lady Thorton e Susan — agora sua guardiã legal — para um chalé em busca de um recomeço. Com a guerra se intensificando lá fora, as adversidades batem à porta: o racionamento de alimentos é uma preocupante realidade, e os sacrifícios que todos devem fazer em nome do confronto partem corações e deixam cicatrizes. 

Outra questão é a chegada de Ruth, uma garota judia e alemã, que gera uma comoção no chalé. Seria ela uma espiã disfarçada? Ou uma aliada em meio à calamidade? Mais uma vez, Kimberly Brubaker Bradley conquista com sua narrativa carregada de sensibilidade. Seu registro historicamente preciso revela o conflito armado pela perspectiva de uma criança, além de lançar luz sobre a atual crise de refugiados, a maior desde a guerra de Hitler, que já obrigou milhões de pessoas a deixarem seus lares em busca de paz. 

Discutindo assuntos delicados com ternura, a autora guia o leitor por uma jornada que mostra a beleza dos pequenos gestos. E, ao revelar as camadas de seus personagens, apresenta uma história sobre amadurecimento e aceitação — principalmente para Ada, que precisa aprender a acreditar. Acreditar em sua família e em si mesma. Na resiliência que vem da dor. Na superação que vem do medo. Na empatia, que reacende a humanidade. E no amor, é claro. Em sua forma mais pura e sincera. 

A Guerra Que Salvou a Minha Vida foi vencedor de diversos prêmios e adotado em escolas nos Estados Unidos. Agora, A Guerra Que Me Ensinou a Viver chega em uma edição capa dura e cheia de amor, como deve ser. A linha DarkLove ganhou mais um título que deixa marcado na memória que algumas heroínas salvam leitores pelo coração. Corajosa, justa e inteligente, Ada é realmente invencível.


Rastro de Sangue: Jack, o estripador (Kerri Maniscalco)


O lançamento do livro Rastros de Sangue: Jack, o Estripador está previsto para o dia 18 de março de 2018.

Confira a sinopse: Prepare-se para acompanhá-la pelos becos sombrios de Londres neste romance policial com grande pesquisa histórica. Você nunca mais vai encarar a era vitoriana do mesmo jeito após devorar este lançamento da DarkSide Books.

Audrey Rose não é a típica donzela inglesa do século xix. Quando ninguém está vendo, a jovem realiza autópsias no laboratório de seu tio, contrariando a vontade de seu pai e todas as expectativas da sociedade. Ela pode não saber fazer um penteado elaborado, mas faz uma incisão em Y num cadáver como ninguém.

Seus estudos em medicina forense a levam na trilha do misterioso Jack, cujos assassinatos brutais derivados de uma terrível sede de sangue amedrontam a cidade. E Audrey Rose, empoderada desde o berço, quer fazer justiça às vítimas - mulheres sem voz e marginalizadas por uma sociedade extremamente sexista.

Na companhia de Thomas Cresswell, o aprendiz convencido e irritante de seu tio, ela decide seguir seus instintos e os rastros de sangue do notório assassino. Afinal, nenhum homem foi capaz de descobrir sua identidade. Esse é um trabalho para uma mulher.

Rastro de Sangue: Jack, o Estripador é o primeiro volume de uma série que já prevê inspiração em outros personagens clássicos da era vitoriana, como o príncipe Drácula e o escapista Harry Houdini. É também o romance de estreia de Kerri Maniscalco, autora descoberta por James Patterson, que vem conquistando o coração de leitoras e leitores em todo o mundo.

Hex (Thomas Olde Heuvelt)


Histórias de bruxas são sempre emocionantes. Não é a primeira aposta da editora em narrativas com a temática. A DarkSide também já publicou a graphic novel Wytches, de Scott Snyder e Jock. Hex já está em pré-venda e sua previsão de lançamento é para o dia 18 de março de 2018.

Confira a sinopse: Um jovem escritor vive em uma pacata cidade da Holanda, cercado por uma densa floresta. Os caminhos que ele precisa percorrer entre as folhas, moinhos e lagos o inspiraram a criar uma história macabra que, com sua originalidade e solidez, conseguiu tocar os corações assombrados dos mestres Stephen King, Joe Hill e George R.R. Martin. O terror holandês chega ao Brasil com Thomas Olde Heuvelt.

Toda cidade pequena tem segredos. Mas nenhuma delas é como Black Spring, o pacato vilarejo que esconde uma bruxa de verdade do resto do mundo. Os moradores sabem que não se deve mexer com ela. Assim como aconteceu com as bruxas de Salem, Katherine Van Wyler foi condenada à fogueira. Mas a feiticeira sobreviveu e continua rondando a cidade, mais de trezentos anos depois.

Com costuras em seus olhos e correntes nos braços, Katherine aparece nos lugares mais improváveis quando bem entende, sussurrando a morte para quem chega perto o suficiente para ouvir. Assim como a Morte Vermelha, de Edgar Allan Poe, ela enfeitiçou a alma da cidade de forma que escapar não é uma opção: quem se afasta demais tem a mente invadida por pensamentos suicidas, e muitos não retornam para contar a história.

Os habitantes de Black Spring controlam os passos da bruxa 24 horas por dia através de um aplicativo de celular desenvolvido especialmente para garantir que a bruxa não seja revelada para os Forasteiros. A vigilância constante aumenta o clima de paranoia na cidade, enquanto um grupo de adolescentes desafia as regras e resolve provocar a bruxa para ver se ela é tão perigosa quanto dizem.

O Colecionador (John Fowles)


Quando anunciaram que O Colecionador seria publicado, por causa da capa da borboleta, parte de mim desejou que a editora lançasse os livros de Hannibal. Impossível não pensar na capa de O Silêncio dos Inocentes, do Thomas Harris.

Confira a sinopse: Narra a história de Frederick Clegg (um colecionador de borboletas), apagado funcionário público que se torna de repente dono de uma fortuna e passa a ter uma grande ambição: sequestrar e manter junto a si a bela Miranda, objeto de contemplativo e sôfrego amor platônico. No casarão que adquirira para esse fim, Clegg defronta-se com sua presa: tem a seu favor unicamente a superioridade da força e a determinação mórbida de manter sua “peça” junto a si. Miranda, a sequestrada, ofusca e confunde o sequestrador, numa constante superioridade de caráter, sensibilidade, cultura e magnanimidade.

Com notável coerência de estilo, Fowles caracteriza os seus tipos: a linguagem de Clegg reflete sua personalidade disforme, gritantemente medíocre, enquanto o estilo de Miranda é ágil, nervoso, cheio de vitalidade.

O sucesso de O Colecionador fez com que Fowles abandonasse o magistério e procurasse viver somente de suas produções literárias.

Dance of Thieves (Mary E. Pearson)


Depois de lançar a trilogia Crônicas de Amor e Ódio e a prequel Crônicas de Morrighan: A Origem do Amor, a editora decidiu apostar em um mais uma obra da Mary E. Pearson. Ao que tudo indica, Dance of Thieves terá uma duologia.

Confira a sinopse: "Dance of Thieves" de Mary E. Pearson é uma nova história no universo do best-seller do New York Times - Crônicas de Amor e Ódio, no qual uma ladra reformada e o jovem líder de uma cerimônia de uma Dinastia fora da lei lutam em uma batalha que pode custar-lhes suas vidas - e seus corações.

Quando o patriarca do império Ballenger morre, seu filho, Jase, torna-se seu novo líder. Mesmo os reinos próximos se inclinam contra a força desta família que sempre governou com suas próprias regras. No entanto, uma nova era se aproxima no horizonte, colocada em movimento por uma jovem rainha, o que a torna alvo do ressentimento e da raiva da dinastia.

Ao mesmo tempo, Kazi, uma antiga e lendária ladra de rua, é enviada pela rainha para investigar transgressões contra os novos assentamentos. Quando Kazi chega na terra proibida dos Ballengers, ela descobre que há mais sobre Jase do que pensava. À medida que os eventos inesperados saem do seu controle, colocando-os intimamente juntos, eles continuam um jogo de gato e rato com movimentos falsos e motivos para cumprir suas próprias missões secretas.

O Que Terá Acontecido a Baby Jane? (Henry Farrell)


Para quem gostou do livro Menina Má, que também fez sucesso com sua adaptação cinematográfica, o livro What Ever Happened to Baby Jane? também é conhecido pelo seu filme, dirigido por Robert Aldrich e lançado em 1962. O romance foi publicado originalmente nos Estados Unidos em 1960 pela extinta editora Rinehart and Company.

Confira a sinopse: Baby Jane, uma criança estrela do início do vaudeville, se ressentia de ter que crescer à sombra de sua irmã mais bonita, Blanche Hudson, que se tornou a deusa do amor reinante de Hollywood. Agora, cerca de cinquenta anos depois, estão juntas e sozinhas. E a realidade caiu de forma louca em fantasia estranha. Blanche agora acha que ela está envelhecendo na sombra lançada por Baby Jane – e uma sombra muito sinistra é.

The Only Child (Andrew Pyper)


O novo livro do Andrew Pyper está na minha lista de desejados desde que o lançamento foi anunciado no Canadá e ficou na lista de best-sellers. A informação de que mais um romance do Pyper seria publicado pela DarkSide Books no Brasil já havia sido anunciada aqui no blog.

Confira a sinopse: O autor best-seller de O Demonologista radicalmente reimagina as origens das obras-primas da literatura gótica  – Frankenstein, O Médico e o Monstro, e Drácula – em um romance contemporâneo impulsionado pelo suspense implacável e emoção surpreendente. Esta é a história de um homem que pode ser o único monstro da vida real do mundo e a única mulher que tem a chance de encontrá-lo.

Como psiquiatra forense na principal instituição de Nova York, a doutora Lily Dominick avaliou os estados mentais de alguns dos mais perigosos psicóticos do país. Mas o cliente estranhamente atraente que ela entrevistou hoje – um homem sem nome, acusado do crime mais perturbador – lhe pareceu de algum modo diferente dos outros, apesar das duas informações impossíveis que ele fez.

Primeiro, ele tem mais de 200 anos e inspirou pessoalmente Mary Shelley, Robert Louis Stevenson e Bram Stoker na criação dos três romances do século XIX que definem o monstruoso na imaginação moderna. Segundo, que ele é o pai de Lily. Para descobrir a verdade – por trás do seu cliente, da morte de sua mãe e dela mesma – a Dra. Dominick embarca em uma jornada que ameaçará sua carreira, sua sanidade e, finalmente, sua vida.

Paraíso Perdido (John Milton)


A editora anunciou que a edição traz uma interpretação de um ilustrador e quadrinista espanhol Pablo Auladell. Para quem gostou do livro O Demonologista, do Andrew Pyper, vale lembrar que Paraíso Perdido é citado várias vezes ao longo do romance e é uma das obras pesquisadas pelo protagonista, um professor universitário especializado na figura do diabo.

Confira a sinopse: A obra põe em jogo a história paralela de uma dupla queda, a de Satanás (a quem a ira divina precipitará os abismos mais profundos do Céu, às profundidas de luto sobre as quais o anjo caído reinará por toda a eternidade, ferido no seu orgulho e conspiração infinita) e a de Adão e Eva (que serão expulsos do Paraíso terrestre e jogados na mortalidade, num mundo já habitado pela ruína, finitude e pecado). Assim, o anjo rebelde provoca a destruição da nova criatura (que sempre carregará dentro de si mesmo, essa natureza dupla, angélica e infernal) e abre um novo jogo de tabuleiro para sua disputa eterna com Deus.

Os Mortos-Vivos/Ghost Story (Peter Straub)


Autor de vários livros de terror, Peter Straub escreveu dois livros junto com Stephen King: O Talismã e A Casa Negra. O romance de terror norte-americano foi publicado originalmente em 1979 e dois anos depois, foi adaptado para um filme, dirigido por John Irvin. História Fantasma se transformou em um best-seller nos Estados Unidos.

Confira a sinopse: A história se passa na pacata cidade de Milburn, (NY) e envolve um grupo de cinco amigos que formam a Sociedade Chowder: Ricky Hawthorne, John Jaffrey, Sears James, Lewis Benedikt e Edward Wanderley, que têm o costume de reunirem-se duas vezes por mês para contar histórias de fantasmas, acompanhados por charutos e bebidas. Não importa como as histórias aconteceram, o que importa é a forma em que é contada para o grupo. |...| Quando uma série de estranhos eventos acontecem na cidade, após o funeral de David, o filho predileto de Edward, eles resolvem pedir a ajuda de Don Wanderley -- o outro filho (sobrinho) de Edward. Don é um escritor de histórias de horror e, por isso, a Chowder Society acredita que as pesquisas que Donald fez para seus trabalhos possam ajudá-los... Don chega à Milburn e eventos ainda mais estranhos ocorrem; alguns deles incluem a misteriosa ex-namorada de Donald, que descobrem ser uma antiga moradora / visitante da cidade, e criaturas de uma das histórias de Sears James -- contada em uma das reuniões da Chowder Society.

The Girl from the Other Side (Nagabe)


O mangá de fantasia é um best-seller do New York Times. Até o momento foram publicados quatro livros da série ilustrada por Nagabe e o lançamento do quinto volume está previsto para 2018.

Confira a sinopse: The Girl from the Other Side leva os leitores a um conto mágico e encantador sobre uma jovem e seu guardião demoníaco. Uma história assombrosa de amor e criaturas fantásticas, The Girl From the Other Side: Siúil, um Rún é uma série de mangás maravilhosamente ilustrada.

Em um mundo dividido entre o interior e o exterior, os que vivem em ambos os reinos são informados de nunca cruzar para o outro lado, para que não sejam amaldiçoados. Uma jovem chamada Shiva vive do outro lado, numa vila vaga com um guardião demoníaco conhecido apenas como "Professor". Embora os dois estejam proibidos de tocar, eles parecem compartilhar um vínculo que transcende suas aparências díspares. Mas quando Shiva deixa o cuidado do professor para procurar sua avó, o segredo por trás de seu misterioso arranjo de vida vem à luz.

Edgar Allan Poe: Medo Clássico Vol. 2


Depois do sucesso do primeiro volume do livro que reúne os textos de Edgar Allan Poe, a editora vai lançar mais uma obra. O vol. 1 de Medo Clássico acabou entrando para a lista de livros mais vendidos em algumas livrarias e sites, como a Amazon Brasil. As informações sobre as histórias que estarão presentes no próximo livro ainda não foram divulgadas oficialmente pela editora.

Relembre a beleza do primeiro volume de Edgar Allan Poe: Medo Clássico. Além de Poe, a DarkSide também já publicou um volume da obra de H. P. Lovecraft e Frankenstein, da Mary Shelley.



Ed e Lorraine Warren (?)


Pelas dicas, não ficaram claro qual livro sobre um dos casos investigados por Ed e Lorraine Warren seria publicado. Demonologistas fez sucesso ao fazer um apanhado sobre a carreira dos investigadores paranormais, agradando aos fãs dos filmes da franquia Invocação do Mal, incluindo alguns dos seus principais relatos, entre eles o da boneca Annabelle. Já Lugar Sombrio, contou um dos casos mais polêmicos investigados pelos Warren, repleto de controvérsias.

Assim que tiver novidades sobre qual será o próximo livro sobre o casal de investigadores paranormais, divulgarei mais informações aqui no blog. Imagino que talvez seja sobre o caso da família Smurl, um dos acontecimentos de espíritos demoníacos que atacaram uma família. Conforme as palavras da editora, foi o que mais se encaixou: algo sobre um portal entre dois mundos.

A história foi contada no filme A Casa das Almas Perdidas (The Haunted), dirigdo por Robert Mandel, baseado no livro The Haunted, escrito por Robert Curran junto com Jack e Janet Smurl, a pedido de Ed e Lorraine Warren.

Outra possibilidade (até mesmo futura, caso não seja a atual) é que seja o livro sobre o caso lobisomem William Ramsey, contado no livro Werewolf. Essa história deve servir de inspiração para o roteiro do filme Invocação do Mal 3 (The Conjuring 3), cuja história está sendo adaptada por David Leslie Johnson. Ainda não foram divulgadas muitas informações sobre o novo filme de terror, mas as dicas soltadas por James Wan indicam que a trama será sobre uma criatura peluda.

De qualquer jeito, para os amantes de histórias paranormais/sobrenaturais, é bom já se preparar para mais uma história de Ed e Lorraine Warren por aqui. Esses livros foram publicados originalmente nos Estados Unidos há muitos anos e com o sucesso dos filmes, acabaram atraindo a atenção do público que ainda não conhecia o demonologista, Ed Warren, e a clarividente, Lorraine Warren.

Além dos livros sobre os Warren e sobre o famoso caso de Horror em Amityville, entre os meus livros favoritos publicados pela editora estão Exorcismo e 1977: Enfield.


E você, ficou ansioso para os lançamentos da DarkSide Books para 2018? Compartilhe a novidade nas redes sociais!

Veja também: 12 Livros de Escritoras Brasileiras Contemporâneas que você precisa conhecer 

8 comentários:

  1. Amei a matéria! Super ansiosa para o volume dois dos textos do Edgar Allan Poe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também estou bem animado. A primeira edição ficou maravilhosa. Imagino que a segunda será linda também!

      Excluir
  2. "The girl from the other side" é entre todas, a descrição que mais me chamou à atenção. Sempre gostei da história da "Bela e o Monstro" e esta parece-me uma versão alternativa dentro do mesmo tema. Estarei errada? :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Miss! Não tenho muitas informações sobre o mangá, só o que dei uma olhada pela internet. Fiquei curioso por ser de fantasia. ♥

      Excluir
  3. Está na hora ds fazer pacto, porque meu bolso não aguenta (nem meu coração).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha Pois é. Estou precisando de um também!

      Excluir

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários Recentes

Me acompanhe no Instagram