Pular para o conteúdo principal

Destaques

Murder By The Coast: Documentário espanhol da Netflix sobre casos de jovens assassinadas traz dilemas éticos

Murder By The Coast (Homicídio na Costa do Sol/El caso Wanninkhof - Carabantes) é um ótimo documentário de crimes para quem deseja entender os impactos do julgamento antecipado pela imprensa sobre casos mal investigados, influenciando a opinião pública, quando só existem indícios, mas nenhuma prova. Lançado pela Netflix em 2021, o filme espanhol foi dirigido por Tània Balló e roteirizado por Gonzalo Berger . Em mais de 20 anos, muita coisa mudou no mundo. Mas há outras que ainda servem como ótimo exemplo de erros e acertos, especialmente no que diz respeito aos casos criminais, opiniões públicas, preconceitos e faltas de evidências. O documentário traz o caso da adolescente Rocío Wanninkhof que foi assassinada em 1999 e na ansiedade para encontrar um culpado, diante da falta de informações concretas, tudo toma um rumo que se fossem contar, poderiam jurar que se trata de um enredo de ficção. Os depoimentos de profissionais envolvidos ou que estudaram o caso só enriquecem o documentári

Serial Killers: Psicopatas e a arte da manipulação

O que as pessoas não entendem sobre psicopatas: não importa quantas vezes sejam expostos, eles não se importam.


Assistindo ao programa de entrevistas na Netflix, Serial Killers com Piers Morgan, mesmo com várias provas e gravações, os assassinos sempre se fazem de vítima na frente das câmeras e tentam distorcer a história, lágrimas falsas e tudo mais. Psicopatas com tendências criminais matam e prejudicam as pessoas sem nenhum remorso.

Se você for ingênuo, acredita em tudo o que eles falam. Com exceção dos que falam abertamente sobre os crimes, grande parte deles tenta ao máximo camuflar quem são e conseguem manipular seu público. Eles estão em várias áreas e adoram o poder.

Na foto, o jornalista com um homem que estrangulou várias mulheres e disse que pagar por sexo era o mesmo que pagar um jantar para a mulher.

A vantagem de ser autista e não gostar de jogos sociais é que alguns de nós não caem na lábia de psicopatas; enquanto outros, são alvos preferidos por causa da ingenuidade.

*Ben Oliveira é escritor, blogueiro e jornalista por formação. É autor do livro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e dos livros de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1) e O Livro (Vol. 2), disponíveis no Wattpad e na loja Kindle.

Leia mais sobre o assunto:

Mães Psicopatas e os estereótipos como proteção

8 Curiosidades do livro Lady Killers: Assassinas em Série (Tori Telfer)

Assassinas em série, psicopatas, negação e máscaras sociais

Livro sobre psicopatas traz relatos de especialista em diagnósticos

Radicalismo político e fanatismo religioso são destaques da 7ª temporada de American Horror Story

Livro de escritora brasileira reúne histórias de serial killers que chocaram o mundo

Livro sobre assassinos, serial killers e psicopatas que caçaram vítimas na internet

Resenha: Menina Má – William March

Resenha: Eu Vejo Kate – Cláudia Lemes

Comentários

Mais lidas da semana