Pular para o conteúdo principal

Destaques

Subdiagnóstico de autismo, números e incoerências

O brasileiro é muito individualista. Ao mesmo tempo que vejo pessoas reclamando que os números do Censo vão dar abaixo por causa dos subdiagnósticos de autismo, já vi muita gente acusando pessoas com laudo fingirem que eram autistas.


Como explicar a volatilidade? Nem tento entender o que se passa na mente do brasileiro.

Os discursos são sempre contraditórios. Por causa de polarização, todo mundo sai perdendo.

Já vi até gente dizendo que o laudo é só um papel. Se é só um papel, a pessoa, então, não precisa de um diagnóstico? Logo, por que ser contabilizada? Sejam mais coerentes nos discursos.

Incoerências dos brasileiros sobre subdiagnósticos:

– Já vi gente acusando autista de fingir, mesmo a pessoa tendo laudo;

– Já vi gente se posicionando contra diagnóstico precoce, achando que seria ruim, desconhecendo a questão da plasticidade cerebral;

– Já vi gente dizendo que autismo nem deveria ter CID;

– Já vi gente dizendo que o outro não é autista, só porque sabe argumentar e é diferente do …

Vídeo: Livro sobre o Poltergeist de Enfield

Para quem tem curiosidade de saber como ficou o projeto gráfico do livro 1977: Enfield, do jornalista e especialista em mediunidade Guy Lyon Playfair, gravei um vídeo hoje para o canal do Youtube falando um pouco sobre a obra e como ela ficou por dentro. O livro foi publicado pela editora DarkSide Books, que me enviou um exemplar para que eu pudesse ler e resenhar para vocês.


Assista ao vídeo: Folheando o livro 1977: Enfield, do Guy Lyon Playfair:




1977: Enfield foi lançado no final de abril de 2017 e traz relatos sobrenaturais sobre um dos casos que acabou servindo de inspiração para filmes de terror, como Poltergeist e Invocação do Mal 2, entre tantos outros. Guy Lyon Playfair foi um dos investigadores junto com Maurice Grosse. Estou bastante ansioso para ler o livro, já que o meu próximo livro de terror sobrenatural vai abordar clarividência, poltergeist e possessão. Gosto bastante de histórias que brincam com essas linhas entre o ficcional e o real.

Para quem gosta de livros de não ficção com essa temática, a DarkSide Books também publicou livros, como Amityville, do Jay Anson; Ed e Lorraine Warren: Demonologistas, do Gerald Brittle e Exorcismo, do Thomas B. Allen.

Já para quem gosta de livros de terror e fantasia sombria, a caveirinha também publicou títulos que possam ser do seu interesse, como O Demonologista e Os Condenados, do Andrew Pyper; E vai publicar Coração Satânico, do William Hjortsberg e Legião, do William Peter Blatty (mesmo autor do livro O Exorcista).

Vale a leitura também de dois livros que não fazem parte do catálogo da editora, Deliver Us From Evil: Taken from the files of Ed And Lorraine Warren, do autor J.F. Sawyer, ainda sem tradução para o português, e para quem busca um olhar mais cético sobre a temática, Paranormalidade, do autor Richard Wiseman.

Ficou com vontade de saber mais? Também gravei um vídeo para o Youtube contando algumas das curiosidades do caso Enfield, investigado pelo Guy Lyon Playfair:



Confira a novidade: Lugar Sombrio, livro sobre The Haunting in Connecticut será publicado no Brasil pela editora DarkSide Books

*Ben Oliveira é escritor, blogueiro e jornalista por formação. É autor do livro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e do livro de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1), disponível no Wattpad.

Comentários

Mais lidas da semana