quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Guia: 10 Dicas para Blogueiros sobre Como Aumentar o Alcance de suas Postagens

No universo da blogosfera é muito comum ver blogs surgirem e desaparecem numa velocidade impressionante. Muitas pessoas criam um blog e imaginam que em questão de dias, semanas ou meses terão alcançado os seus objetivos, fidelizado o seu público-leitor, ganhado dinheiro com anúncios e afiliados, fechado parcerias com outros blogueiros, empresas, editoras e escritores (no caso dos blogueiros literários). A verdade é que administrar o seu próprio espaço na internet e ter o seu reconhecimento são duas coisas que exigem: paciência, energia, disciplina, persistência e algumas dores de cabeça (inevitáveis).


Vivemos em uma época marcada pelo excesso de informações. Se você tem um blog, entre milhares na internet, a primeira pergunta que você precisa se fazer é a seguinte: Por que eu quero ser lido? Quais são os meus objetivos? 

Ter o seu próprio blog te permite publicar suas opiniões através de artigos ou textos mais informais; resenhas de livros, filmes, seriados, produtos de beleza e moda (aliás, os fashion bloggers talvez sejam alguns dos mais lucrativos!), novidades tecnológicas (também um nicho lucrativo, pela comissão dos afiliados e alto preço dos produtos), entre uma infinidade de assuntos. Os blogueiros de nicho não costumam ter tanto alcance quanto blogueiros de cultura em geral, porém sabem como agradar ao seu público e pressupõe-se que eles possuem um maior conhecimento de sua área.

Por exemplo, no meu blog, eu divulgo informações sobre Livros, Comunicação, Tecnologia e em menor frequência Séries e Filmes. Por quê? Sou graduado em Comunicação Social (Jornalismo), tenho o blog há mais de cinco anos, sou viciado em leituras, já assisti a mais de 100 seriados, assisto semanalmente filmes e gosto de compartilhar informações sobre a área de Jornalismo para ajudar aos estudantes que estão na graduação ou estão em dúvida de qual curso escolher.

Seria uma estupidez enorme se eu tentasse escrever, por exemplo, sobre moda, um tema com o qual o meu nível de afinidade se resume a escolher o que eu gostaria de vestir ou não, mas sem nenhuma bagagem cultural. Um dos principais erros de quem está entrando no mundo dos blogs é tentar falar sobre um assunto que não tem o mínimo domínio. Sou apaixonado por livros (já li mais de 400 obras), estudo os elementos da criação literária, logo ao resenhar um romance, tenho noção de quais pontos posso analisar da narrativa: Os personagens são envolventes? A trama convence? Qual é o foco narrativo? O livro cumpriu o que prometia (se você lê na capa ou contracapa do livro que ele vai ser emocionante e não sente uma fagulha de emoção, não há porque mentir que a obra te arrancou lágrimas, por causa da opinião dos outros. Seja autêntico!)?

Você não precisa ser um expert ou ser jornalista para ter um blog – quanto mais conhecimentos e informações sobre escrita e sobre a área que você está escrevendo, é melhor – porém, quanto mais você estiver por dentro do assunto, seus textos serão escritos com mais facilidade e naturalidade e o leitor perceberá que você, realmente, gosta daquilo que está falando.

Esse artigo pode ser útil tanto para quem deseja se tornar um blogueiro profissional e ganhar dinheiro com o seu espaço, como para quem tem um blog pessoal e deseja aumentar o seu alcance (receber mais visitas, comentários, compartilhamentos e outras formas de interações com seus leitores). Sem mais enrolações, vamos ao que interessa!

Confira 10 Dicas para Blogueiros sobre Como Aumentar o Alcance de suas Postagens:


1- Qualidade do post:


Será que vale a pena se matar para ficar divulgando o seu blog, se nem você, o próprio autor(a), sente que o seu texto está bom o suficiente para ser lido? É melhor gastar um tempo a mais para escrever o seu texto, revisar os erros ortográficos e analisar se a mensagem é realmente a que você quis passar. O critério de qualidade é muito pessoal e varia de blogueiro para blogueiro.

Em relação aos blogs literários, por exemplo, analisando tanto do lado dos blogueiros quanto dos autores (já que também sou escritor!), é frustrante ler uma resenha curtíssima sobre um livro, na qual faltam informações básicas sobre a obra, não há análise de nenhum ponto do livro, somente um resumo da história (isto quando não contém um spoiler, sem avisar ao leitor, estragando toda a surpresa de quem ainda não leu a obra!). Se a sua proposta é ter um blog sobre livros, pressupõe-se que você deve gostar muito de literatura. Não estou dizendo que você necessita escrever uma resenha profissional (muitas vezes, paga), só para ter o cuidado, e não investir somente na quantidade de posts do blog, mas na qualidade. Mais vale uma resenha bem feita do que 10 mal escritas.

Leitura recomendada: Como Escrever Resenha Crítica

Ebook Grátis: Seja Mais Produtivo – Luciano Larrossa (Escola Freelancer)

2- Comunidades de Divulgação:


As divulgações das postagens do seu blog podem ser feitas nos seus perfis das redes sociais, porém só o perfil e a página limitam o seu alcance. Há alguns grupos e comunidades do Facebook e Google Plus, nos quais você pode divulgar o seu blog, conhecer outros blogueiros e interagir com outros usuários. O lado positivo desses grupos é ampliar o seu alcance, quando alguém se interessa pelo seu post e clica; o lado negativo é a ilusão de que o seu texto foi lido: qual é a graça do seu link ter várias curtidas e comentários vazios, quando a pessoa não se interessou por visitá-lo?

Leitura Recomendada: Comunidades para Blogueiros no Google Plus

Comunidades para Leitores e Escritores no Google Plus

3- Parcerias com Blogueiros:


Invista em parcerias de qualidade! Ter muitos blogs parceiros e não visitá-los ou interagir com os seus donos, é o mesmo do que não ter nenhuma parceria. A proposta da parceria precisa ir além da troca de links. Por isto, é preciso analisar e conhecer o outro blogueiro, antes de fazer a troca de banners. Muitos blogueiros fazem parcerias com qualquer blog, sem levar em conta a qualidade do conteúdo produzido. As parcerias ajudam a dar mais credibilidade para o blog e a aumentar o número de links que direcionem os usuários à sua página.

O que não fazer: Não mendigar comentários, seguidores ou curtidas (leve em conta de que é melhor um comentário de qualidade, do que um comentário no qual você vê que o outro blogueiro está interessado somente em se divulgar e nem mesmo leu a sua postagem; o mesmo serve para curtidas e seguidores, de que adianta ter milhares de curtidas e seguidores, se nenhum deles interage com os seus textos ou realmente visita a sua página?). O que fazer para conseguir parceria com outros blogueiros: Deixe um comentário ou entre em contato através do e-mail, oferecendo sua proposta. Não encha de spam o blog do coleguinha, isso só vai dar mais um motivo para a pessoa não aceitar a parceria.

4- Parcerias com Empresas ou Profissionais:


Fechar uma parceria com uma editora ou escritor, por exemplo, não significa que você tenha que mentir e dizer que adorou um livro (ou produto) que não supriu suas expectativas. É importante ressaltar isto, apesar de ser algo óbvio! Quase toda semana recebo exemplares de livros para resenhar para o blog, o que não significa que só porque eu “ganhei” o livro, eu preciso elogiá-lo. Cabe à empresa ter a consciência de que o seu produto pode não agradar ao blogueiro e ao autor do blog ter a ética de não tentar enganar os seus leitores, até porque muitas dessas parcerias não são financeiras e se fosse um artigo pago (publieditorial), por exemplo, você teria que avisar.

É preciso avaliar os termos das parcerias. Nos blogs literários, como no meu, ao receber o material, eu sei que vou ler o livro com atenção e resenhá-lo. Se você se comprometeu a analisar o produto, independente de qual seja (livro, maquiagem, jogo e por aí vai...), vai ficar feio para você, se a empresa fizer a parte dela e você não cumprir a sua. Muitos blogueiros literários, por exemplo, fecham parcerias com tantas editoras que não conseguem dar conta do recado, e, às vezes, estão tão cansados que não acabam lendo o livro e escrevendo sobre ele. Vale a pena dar um feedback para a empresa parceira e explicar o que aconteceu. Para uma empresa grande pode não fazer tanta diferença uma parceria mal feita, já para um escritor ou uma editora pequena, levando em conta de que os autores também precisam pagar pelos seus livros, é um gasto desnecessário para eles.

Se a parceria é somente de resenhar, sem nenhum pagamento, você como blogueiro não é obrigado a vender o livro (ou o produto), somente dizer o que o leitor pode gostar ou não e porque vale a pena adquiri-lo. É interessante dar um retorno ao parceiro, avisando qual foi o alcance (Quantas pessoas leram o texto? Teve muitos compartilhamentos ou não? Quantos leitores comentaram?). Você pode indicar onde é possível encontrar o produto, mas não significa que você tenha que trabalhar de graça para a empresa, fazendo o marketing dela, sem nenhum retorno financeiro.



5- Imagens Personalizadas:



Vale a pena gastar alguns minutos a mais criando uma imagem personalizada para divulgar o seu blog ou postagem do que usar uma pronta. Aliás, essa questão de usar imagens da internet é polêmica. Muitas fotografias e ilustrações são protegidas por direitos autorais, que, muitas vezes, não são respeitados pelos blogueiros e podem dar uma mega dor de cabeça depois. Portanto, preste atenção ao selecionar as imagens que você usará nas suas postagens ou para divulgação no Facebook, Google Plus, Twitter... Sempre que possível é preciso saber se a imagem está liberada para uso próprio, para alteração (manipulação no Photoshop ou outros editores de imagens) e divulgação.

Onde encontrar imagens para utilização? Recentemente, comecei a personalizar minhas próprias imagens, divulgando trechos favoritos dos livros que tenho lido e resenhado para o blog, ajudando um pouco a aumentar o alcance das publicações. Nesta postagem do Viver de Blog estão disponibilizados alguns sites com imagens gratuitas e livres para utilização no blog e divulgação. Se você tiver dinheiro para investir em um banco de imagens, melhor ainda!

6- Periodicidade:


Defina qual será a frequência de postagens do seu blog. Você tem conteúdo para postar todos os dias? Ótimo! Não tem? Talvez seja melhor investir em posts mais elaborados que possam dar maior retorno ao blog. Se o seu blog for profissional, você precisa ter disciplina. Usar uma agenda para organizar quais textos você vai escrever durante a semana e quando vai publicá-los pode ajudar muito. Já se o seu blog é pessoal, sem nenhuma pretensão comercial, cabe a você saber quando vai postar ou não, levando em conta que nem sempre publicar muitos posts é sinônimo de ter muitas visitas.

Leitura recomendada: Marketing Digital - Medir sucesso do blog

Ebook ensina como Planejar Blog e Ganhar Dinheiro

7- Escreva textos que ajudarão outras pessoas


Se você está lendo este texto, é porque ele pode te ajudá-lo de alguma forma. Pode ser que muitas dessas dicas você já saiba e as utilize diariamente, como pode ser que você esteja lutando para fazer o blog crescer, aumentar o número de visualizações e não tendo nenhum resultado. Outras postagens que estão na moda são os DIY (Do It Yourself – Faça Você Mesmo), nos quais os blogueiros ensinam como fazer determinada maquiagem no rosto, como criar uma vela, como organizar o seu blog, enfim, existem milhares de posts assim na internet e a tendência é aumentar. Tem muita gente usando conhecimentos práticos do dia-a-dia para ganhar dinheiro na internet ou simplesmente ajudar outros leitores.

Exemplos no blog: 

Criação Literária: Planejamento do Livro

Exercícios de Escrita Criativa: Escrevendo em meio à Natureza

8- Não escreva só sobre si mesmo


Esta dica serve para quem tem blog profissional. Se o seu blog for pessoal e os seus leitores gostam de acompanhar o seu dia-a-dia, tudo bem, mas se você tem a intenção de abordar determinados assuntos, é importante não falar só sobre os seus projetos. Por exemplo, se escrevesse posts somente sobre as coletâneas de contos que eu estou participando, sobre os manuscritos que estou escrevendo, os concursos literários que estou aguardando resultados, coisas assim, dificilmente alguém se interessaria. Pode falar sobre si mesmo? Pode! Só não precisa ser o tempo inteiro, né?

Aqui no blog eu sempre resenho livros de outros autores, entrevisto outros escritores e recomendo textos de outros blogueiros. Acredite, se eu escrevesse somente sobre o meu dia-a-dia, vocês se entediariam fácil: leitura, escrita literária, atualização do blog, respondendo comentários dos leitores e e-mails, procurando freelances, e uma vez ou outra saindo para me divertir com os meus amigos.



9- Escreva listas (TOP 5, TOP 10, TOP 20):



Desde que comecei a estudar marketing de conteúdo, percebi que as pessoas gostam dessas listas, mas só agora comecei a colocar em prática. Este texto, por exemplo, é uma variação dessa lista, embora esses TOPs 10 costumem ser mais curtos. A proposta do artigo, por outro lado, não é só informar, mas incentivar você, blogueiro, a melhorar o planejamento do seu blog, buscar conhecimento e aprender mais um pouco sobre o universo dos blogs, com algumas dicas de aumentar o seu número de visitantes e fidelizar os seus leitores.

Leitura recomendada: Ebook sobre Marketing de Conteúdo – Primeiros Passos

Um exemplo que deu certo e garantiu muitas visualizações em menos de 24 horas: 18 Livros Gays Brasileiros que Você Precisa Ler

10- Não se desespere:


A última dica deveria ser a primeira (ou não)... Não se desespere! Os resultados não virão da noite para o dia. Seja lá qual é o seu objetivo, você precisa ter um bom planejamento para alcançá-lo. O mesmo desespero que eu vejo, diariamente, em diversos blogueiros que imploram por visitas e curtidas, trocas de seguidores e comentários, tentando se enganarem e se tornando os seus piores inimigos, é o de qualquer profissional no início da carreira, nos dias atuais.

Vivemos em tempos pós-modernos, nos quais as pessoas procuram resultados rápidos. Todo mundo quer fazer o que ama, sair daquele emprego insuportável e encontrar uma maneira legal e fácil de ganhar dinheiro. Essa mesma angústia pode ser vista em alguns escritores. É preciso mais do que um livro para fazer sucesso e ganhar dinheiro (isso se você conseguir essas duas coisas...), principalmente no Brasil, onde os índices de leitura são baixos em relação a outros países. Muitos autores publicam um ou dois livros, não ganharam dinheiro suficiente para pagar suas contas e acabam desistindo do ofício de escritor. Como há aqueles escritores que persistiram e depois de muitas publicações, empregos paralelos e serviços freelances para se manterem, conseguiram chegar ao ponto em que podem trabalhar somente como escritores e sobreviverem assim. O mesmo serve para blogueiros. Pode parecer meio clichê, mas toda jornada começa com os primeiros passos...

Contéudo complementar: 10 Motivos Pelos Quais Ganhar Dinheiro com Blog Não é Fácil 

Para aqueles que chegaram até o final do artigo e não desistiram na metade de leitura, meu obrigado! E que sua jornada como blogueiro possa ser repleta de paciência, perseverança, disciplina e que cada pequena vitória possa ser comemorada e compense alguns dos desafios. Não há segredo para ter sucesso com o seu blog, assim como qualquer atividade exige prática, aprendizado constante e jogo de cintura. Dias péssimos, dias ótimos, e uma hora ou outra o reconhecimento surge.

Não deixe de comentar e compartilhar o artigo... ;-) É uma ótima maneira de interagir com outros blogueiros, não se esqueça! Se tiver alguma dúvida ou sugestão pode comentar aqui. Abraços!

11 comentários:

  1. Oi Ben. Muito verdade td o que vc escreveu. Tem de tudo nesse mundo. Tem muito blogueiro bom e muito blogueiro ruim. E tem aqueles que nem leem o post. Dias desses quase morri rindo. Visitando um blog tinha um comentário assim:
    "Nossa, adorei a resenha. " Acontece que nem era uma resenha. E tem outras, a blogueira tinha feito um post super legal de desabafo e tal e a outra comentou: "Que lindo", ai a resposta "lindo o q?". Tem muita gente sem noção. E realmente o importante é escrever sobre o que gostamos e o que conhecemos. Demora para dar resultado, mas eles aparecem. Abraços
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Gih! Muito obrigado pela visita! Haha Realmente, esses comentários sem sentido são engraçados. A gente ri para não chorar, né?
      Fico feliz que tenha selecionado suas parcerias, analisando antes o conteúdo dos blogs.
      Abraços e volte sempre!

      Excluir
  2. Muito bom o post e pude aproveitar muitas das comunidades que tu indica.
    Nós blogueiros sabemos como é dificil se "alcamçar o sucesso", mas se fizermos com dedicação e força de vontade tudo da certo. Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom o post e pude aproveitar muitas das comunidades que tu indica.
    Nós blogueiros sabemos como é difícil se "alcançar o sucesso", mas se fizermos com dedicação e força de vontade tudo da certo. Parabéns (Agora corrigido, escrever pelo celular complica, risos)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Gui! Fico feliz que tenha gostado das dicas. O "sucesso" do blogueiro é algo que vem com o tempo. Tem gente que cria o blog em uma semana e espera que durante 7 dias vai "ganhar brindes" e ter milhares de comentários. É pura ilusão!

      Abraços e obrigado pela visita!

      Excluir
  4. Amei suas dicas, são muito valiosas e com certeza irei coloca-las em pratica!
    Abraços!

    www.sempredivas.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, Layana!
    Grato pela visita. Espero ter ajudado.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Olá Ben, muito obrigado pelas dicas!!! Principalmente aquelas de escrever conteúdos com listas de 5 melhores coisas etc. Estou iniciando o meu site (https://vizive.com.br/) e ainda não criei nenhum conteúdo desse tipo! Mas já estou pensando na criação! Parabéns pelo blog, tem muita coisa bacana por aqui!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Roberto!
      Desde já desejo muito sucesso com o teu site. Investir em conteúdo de qualidade e se atentar a outros elementos são atitudes importantes para quem deseja sobreviver na web.
      Abraços
      Obrigado pela visita!

      Excluir
  7. Eu fico chateada quando divulgo, leio, resenho um livro de escritor e mal ganho um compartilhamento. Sinto que meu trabalho está sendo em vão. Quando não gosto da obra, procuro criticar apontando aspectos que podem ser melhorados e não falando que o livro é ruim( recebi elogios por isso na primeira resenha negativa de parceiros). Gosto também de ressaltar os pontos positivos que encontrei e indicar um público. Mas percebo uma situação bem grave que você talvez concorde comigo: a quantidade de erros de ortografia.
    Adorei seu post, com certeza me ajudará muito!
    Check-in Virtual

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lívia!
      Muito obrigado pela visita e comentário. É muito triste levar um bom tempo lendo e resenhando livro e não conseguir o esperado – pelo menos leituras e compartilhamentos suficientes para ajudar o blog continuar crescendo, mas não desanima! Eu acredito que a situação fica mais chata ainda quando a resenha veio de alguma parceria com autor / editora e não rola essa ajuda mútua.
      Adorei sua sinceridade no comentário. É sempre bom ser sincero com outros autores. Eu gosto de deixar nas entrelinhas quando não curti muito a leitura, até porque outro leitor pode amar e tem gente que leva para o lado pessoal (autores, leitores e por aí vai).
      Grato. Vou conhecer o seu blog!
      Beijos

      Excluir

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários Recentes

Me acompanhe no Instagram