Pular para o conteúdo principal

Destaques

Subdiagnóstico de autismo, números e incoerências

O brasileiro é muito individualista. Ao mesmo tempo que vejo pessoas reclamando que os números do Censo vão dar abaixo por causa dos subdiagnósticos de autismo, já vi muita gente acusando pessoas com laudo fingirem que eram autistas.


Como explicar a volatilidade? Nem tento entender o que se passa na mente do brasileiro.

Os discursos são sempre contraditórios. Por causa de polarização, todo mundo sai perdendo.

Já vi até gente dizendo que o laudo é só um papel. Se é só um papel, a pessoa, então, não precisa de um diagnóstico? Logo, por que ser contabilizada? Sejam mais coerentes nos discursos.

Incoerências dos brasileiros sobre subdiagnósticos:

– Já vi gente acusando autista de fingir, mesmo a pessoa tendo laudo;

– Já vi gente se posicionando contra diagnóstico precoce, achando que seria ruim, desconhecendo a questão da plasticidade cerebral;

– Já vi gente dizendo que autismo nem deveria ter CID;

– Já vi gente dizendo que o outro não é autista, só porque sabe argumentar e é diferente do …

Editora faz promoção de livro de textos para gays, lésbicas e trans

Quem é que não gosta de livros na promoção? A Editora Orgástica está vendendo o livro de crônicas, contos e poemas LGBT, Orgias Literárias da Tribo, por apenas R$ 9,90 em seu site, até o Dia 28 de Junho, data em que é comemorado o Dia Internacional do Orgulho LGBT.

Para quem ficou curioso, aqui no blog tem: uma resenha sobre o Orgias Literárias da Tribo + Entrevista com o escritor Fabrício Viana, organizador da coletânea de textos do segmento LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Trans) de São Paulo, autor dos livros O Armário e Ursos Perversos – Coletânea de Contos Pesados.

Em comemoração ao Dia Internacional do Orgulho LGBT, uma boa opção é tirar um tempo prazeroso para ler os livros de autores nacionais, voltados ao público gay. Lembrando que a literatura é uma ótima forma de ajudar a abrir a mente das pessoas, portanto mais uma ferramenta para contribuir com o enfrentamento da homofobia, emocionar e proporcionar horas de lazer.

Para comprar o livro Orgias Literárias da Tribo, acesse o link a seguir: http://www.editoraorgastica.com/promocao/

PS: Apesar do título, o livro não se trata de contos eróticos. A proposta foi mostrar um pouco do dia a dia, desejos e sentimentos de autores LGBT que moram na capital paulista. Quando se trata de literatura gay no Brasil, ainda temos muito a crescer e conquistar mais espaço nas livrarias e ter maior alcance do público-leitor. Essas promoções são uma boa estratégia para estimular a compra e leitura de obras LGBT.

Não deixe de conferir outros livros para gays e lésbicas resenhados aqui no blog. Confira abaixo a lista:

Resenha: As Rosas e a Revolução – Karina Dias

Resenha: Diário de uma Garota Atrevida – Karina Dias

Resenha: Homossilábicas Vol.2

Resenha: Confissões ao Mar – Kadu Lago

Loveless – Livro de contos com temática gay

Resenha: A Festa – Felipe Sales Mariotto

Homossilábicas Vol. 3

Resenha: Bem-te-vi – Marli Porto

Resenha: Condicional – Paulo Sérgio Moraes + Entrevista com o escritor 

Resenha: O Príncipe, O Mocinho ou o Herói podem ser gays – Roberto Muniz Dias

O Conhecimento Liberta – Livro aborda a religião e o preconceito contra homossexuais

Entrevista: Escritor Daniel Manzoni fala sobre seu romance de estreia

Comentários

Mais lidas da semana